Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 27 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Vale-Gás deve beneficiar 35 mil pessoas na região

Divulgação/ Governo do Estado Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Programa social do governo do Estado vai conceder R$ 100 para cada família, a cada dois meses, até dezembro


Aline Melo

18/06/2021 | 05:27


O governo do Estado de São Paulo lançou na manhã de ontem o programa social Vale-Gás, que vai ofertar ajuda financeira para a aquisição de gás de cozinha às famílias que vivem em situação de extrema vulnerabilidade social. A expectativa do Palácio dos Bandeirantes é a de que sejam beneficiadas cerca de 500 mil pessoas em todo do Estado, 35 mil delas no Grande ABC.

O governo paulista vai pagar R$ 100 a cada dois meses, em três parcelas, até dezembro de 2021. A primeira está programada para ser repassada em 20 de julho. Para terem direito ao benefício de transferência de renda, as famílias precisam estar cadastradas no CadÚnico do governo federal, não serem beneficiárias do Bolsa Família e ter renda de até R$ 173 por integrante da família.

Pelo site oficial do Vale-Gás (www.valegas.sp.gov.br) é possível consultar a elegibilidade ao benefício, por meio do número do NIS (Número de Inscrição Social).
Segundo dados da Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, 8.752 famílias do Grande ABC estão aptas a receber o benefício social. São 3.115 famílias em Santo André, 2.398 em São Bernardo, 2.011 em Diadema, 410 em Mauá, seis em Ribeirão Pires e 812 em Rio Grande da Serra. Apenas a cidade de São Caetano não terá famílias contempladas com a ação.

O governador João Doria (PSDB) classificou o Vale-Gás como um dos mais importantes programas sociais já lançados pelo governo estadual. “Porque muda a vida de muita gente. Quem não tem (recursos) sabe o que é ter um botijão de gás para atender a uma família durante dois meses. Por isso estamos fazendo um programa para atender meio milhão de pessoas aqui no Estado de São Paulo. É um enorme esforço que estamos fazendo para ajudar quem mais precisa”, afirmou o tucano.

“Com essa iniciativa, o governo de São Paulo dá mais um passo importante para garantir a proteção social e segurança alimentar de famílias em maior fragilidade frente aos desafios impostos pela pandemia”, afirmou a secretária de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, Célia Parnes.

PROGRAMAS INTEGRADOS

O Vale-Gás é um dos benefícios englobados pelo Bolsa do Povo, programa de proteção social do governo de São Paulo. Lançada em maio deste ano, a iniciativa tem o objetivo de concentrar a gestão de benefícios, ações e projetos para pessoas em situação de vulnerabilidade social. Somente para 2021, está previsto R$ 1 bilhão em recursos para o Bolsa do Povo.

Nele foram incorporados os programas Renda Cidadã, Via Rápida, Bolsa-Trabalho, Ação Jovem, Bolsa Talento Esportivo, o auxílio-moradia emergencial (aluguel social) e o recém-lançado Vale-Gás. Também está prevista a contratação de mães e pais nas escolas, além da admissão de agentes de apoio na saúde. O Bolsa do Povo vai pagar benefícios de até R$ 500 e poderá beneficiar até 500 mil pessoas direta e indiretamente nos 645 municípios de São Paulo.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;