Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 2 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Tecnologia

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Faltou energia? Aprenda a evitar a perda de eletroeletrônicos em apagões

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação
Do 33Giga

17/06/2021 | 13:48


Todos os anos, países registram inúmeras quedas de energia elétrica, que prejudicam milhares de pessoas. Pouco antes das 16h de ontem (quarta-feira, 16), cidades do Amapá voltaram a registrar um apagão total, com a suspensão do fornecimento de energia elétrica.

Leia mais:
WhatsApp: 11 dicas para aproveitar melhor o aplicativo
App permite ler mensagens do WhatsApp sem que ninguém saiba
WhatsApp Web: extensão borra conversas, esconde “digitando” e mais

Segundo a CEA (Companhia de Eletricidade do Amapá), a falha aconteceu em uma das linhas de transmissão. Este é o quinto apagão total no estado desde novembro de 2020 – quando os cidadãos chegaram a ficar mais de 20 dias com problemas no fornecimento de energia.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Diante desse caso, um alerta é levantado para moradores dessa e outras regiões do país: como evitar que equipamentos eletroeletrônicos não sejam afetados por problemas na rede elétrica? Um apagão total pode danificar computadores, TVs, e outros.

De acordo com Pedro Al Shara, CEO da fabricante de equipamentos de proteção de energia TS Shara, em situações de apagão total a recomendação é desligar os disjuntores. Deve-se somente acioná-los após se certificar que a energia voltou.

“Quando ocorre uma queda de energia, o aparelho é submetido a picos de eletricidade e isso é o que faz o equipamento queimar”, explica. “Caso não seja possível desligar os disjuntores, é recomendável tirar todos os equipamentos eletrônicos da tomada, especialmente televisores, computadores, geladeiras e máquinas de lavar roupa, que podem ter suas fontes internas danificadas dependendo da gravidade do surto.”

De acordo com o especialista, no apagão total “o ideal é contar com dispositivos que ajudam a otimizar a rede elétrica em situações de risco”. Além da instalação de um DSP (dispositivo de proteção contra surtos) no quadro de energia da residência, o uso de estabilizadores e nobreaks também garante a proteção contra inconsistências de energia e diminuem sensivelmente os prejuízos em caso de curto-circuito e outros problemas.

O nobreak oferece energia adicional para realizar o desligamento seguro de equipamentos, além de proteger contra curto-circuitos, picos de tensão, sub e sobretensão e descarga de bateria, amenizando danos e permitindo salvar dados importantes. Já os estabilizadores, como o próprio nome diz, ajudam a estabilizar a tensão caso aconteça alguma alteração na rede elétrica, transformando as tensões altas e baixas em constantes e estáveis.

Confira algumas dicas para lidar com apagão total:

  • Se ocorrer um apagão, desligue todos os aparelhos (no botão Desligar ou retire da tomada);
  • Não mexa em aparelhos durante chuvas ou raios. Se for necessário, retire primeiro da tomada;
  • Não se deve entrar em contato com aparelhos de metal protegidos por cabos, como facas e alicates;
  • Em um problema de grande escala, como a queda de um poste, bombeiros devem ser acionados através do 193;
  • No caso de algum equipamento ter sido danificado, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) conta com um regulamento que prevê o ressarcimento do consumidor em casos de oscilação de tensão.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;