Fechar
Publicidade

Sábado, 31 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Seleção de vôlei sofre, mas vence Eslovênia em 5 sets na Liga das Nações



15/06/2021 | 18:33


A nota enviada anteriormente contém um erro na primeira linha do texto. A seleção perdeu três sets para a França. Segue a versão corrigida:

A seleção brasileira masculina de vôlei sofreu nesta terça-feira, perdeu dois sets para a Eslovênia, mas buscou a virada e faturou mais uma vitória nesta Liga das Nações. Os atuais campeões olímpicos derrotaram a surpresa da competição por 3 sets a 2, com parciais de 15/25, 25/22, 19/25, 25/13 e 15/12, na cidade italiana de Rimini.

O resultado manteve os brasileiros na liderança da tabela, agora com nove vitórias e apenas uma derrota - para a França. O time nacional soma 26 pontos, contra 24 da Polônia. A equipe eslovena ocupa o quarto lugar da classificação geral, com 20 pontos.

Perto de confirmar a vaga na próxima fase da competição, o Brasil volta à quadra nesta quarta-feira, às 16 horas, para enfrentar o Irã. O time brasileiro vem sendo comandado pelo auxiliar técnico Carlos Schwanke enquanto o treinador Renan Dal Zotto se recupera de uma longa internação por covid-19, no Brasil.

A sexta vitória consecutiva da seleção masculina parecia improvável a julgar pela apresentação da equipe no primeiro set. Os eslovenos atropelaram e Schwanke apelou até para substituições precoces, colocando Cachopa e Alan em quadra. O auxiliar havia escalado o Brasil com Bruninho, Wallace, Maurício Souza, Flávio, Leal, Lucarelli e Thales.

Insatisfeito, ele colocou Douglas Souza e Isac no jogo. E respirou aliviado. A equipe nacional cresceu no jogo, empatou a partida e equilibrou as ações. Mesmo com as alterações, a seleção voltou a oscilar no terceiro set, mas sem repetir a fraca atuação do primeiro, quando perdeu por diferença de 10 pontos.

A quarta parcial marcou o retorno de vez do time ao jogo. Foi um massacra, marcando a maior diferença de pontos da partida. Sem perder o embalo, os brasileiros seguiram acertando no quinto e último set e confirmaram a reviravolta no marcador, espantando a zebra.

O maior pontuador do Brasil e do jogo foi Wallace, com 18. Leal contribuiu com 17. E, na equipe eslovena, o destaque foi Cebulj, responsável por 16 pontos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;