Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 4 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Bolsas de NY fecham em baixa, com cautela após indicadores e à espera do Fed



15/06/2021 | 17:52


As bolsas de Nova York fecharam em baixa nesta terça-feira, em sessão que contou com cautela após a publicação de uma série de indicadores relevantes nos Estados Unidos, com a inflação ao produtor (PPI) superando expectativas e as vendas no varejo ficando aquém do esperado. Além disso, investidores estão na expectativa para a reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), que começa nesta terça e será concluída na quarta-feira . As ações de petroleiras contrariaram a tendência, tendo alta durante o dia e oferecendo algum impulso aos índices.

O índice Dow Jones recuou 0,27%, em 34.299,33 pontos, o S&P 500 caiu 0,20%, a 4.246,59 pontos, e o Nasdaq teve perda de 0,71%, a 14.072,86 pontos. O S&P 500 chegou a renovar sua máxima intraday no começo da sessão, mas o movimento de queda prevaleceu ao longo do dia.

O PPI dos EUA subiu 0,8% em maio ante abril, acima das expectativas de analistas consultados, que previam aumento de 0,5%. No confronto anual, o avanço foi de 6,6%, o maior desde que o indicador começou a ser calculado com a atual metodologia, em novembro de 2010.

"As pressões inflacionárias continuam subindo à medida que fricções econômicas mostram poucos sinais de desaceleração", resume o ING, em referência a gargalos nas cadeias produtivas.

Um dia antes da decisão de política monetária do Fed, o avanço dos preços alimentou o debate sobre a possibilidade de o BC americano iniciar sua redução de estímulos antecipadamente. Em comentário enviado ao Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), o economista Oren Klachkin, da Oxford Economics, afirma que a inflação poderá "esquentar" no curto prazo devido à reabertura da economia, mas não a um ritmo que force o Fed a iniciar abruptamente o aperto da política monetária.

O mercado reagiu com cautela, e uma parte significativa das ações recuaram. Depois de avançarem na segunda-feira, Tesla (-2,97%) e Coinbase (-2,88%) tiveram perdas, ambas que recentemente vem tendo resultados atrelados ao bitcoin, que teve ganhos na sessão, ainda que mais modestos do que na anterior. Por outro lado, com o avanço nos preços do barril de petróleo, observando a demanda e chegando nos maiores níveis em anos, ações do setor avançaram. ExxonMobil (+3,64%), Chevron (+2,16%) e Ocidental Petroleum (+3,25%) subiram.

A ação da Boeing subiu 0,61%, depois que EUA e União Europeia confirmaram acordo que encerra a disputa comercial envolvendo a gigante da aviação europeia e sua rival americana. O entendimento prevê que os dois lados suspendam as tarifas referentes ao caso pelos próximos cinco anos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;