Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 2 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Campêlo diz que não fez repasses a hospital e município porque demanda era outra



15/06/2021 | 14:43


Em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, o ex-secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo, afirmou que os repasses de emendas feitas para o Estado para lidar com a pandemia poderiam ser aplicados para as demandas do Hospital Getúlio Vargas e do município de Tabatinga (AM).

O falta de investimento em hospitais, de usinas de oxigênio e em municípios como o de Tabatinga, no Estado, foi questionada pelo senador Eduardo Braga (MDB-AL), insatisfeito com as respostas de Campelo. O ex-secretário tentava justificar a falta de investimento realizados no sistema de saúde por uma série de questões burocráticas, que lhe isentavam de responsabilidade.

Incisivo, Braga questionou quantas usinas de oxigênio o governo do Estado comprou com os repasses para lidar com a crise. Após ser interrompido sucessivamente enquanto tentava se justificar, Braga afirmou que nenhuma usina de oxigênio foi comprada à pedido do Estado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;