Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 17 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Após ‘apagão’, Santo André é derrotado pelo Boavista

Divulgação/ Gabriel Dotto/ ECSA Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Ramalhão começou bem primeiro tempo no Estádio do Inamar, mas desligou na etapa final e perdeu por 1 a 0 na Série D


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

14/06/2021 | 00:01


Diante de ‘apagão’ na fase final da partida, o Santo André saiu derrotado por 1 a 0 frente o Boavista-RJ no Estádio do Inamar, em Diadema. Depois de vitória na estreia, fora de seus domínios, o Ramalhão começou bem o primeiro tempo do confronto, apertando a saída de bola e criando as melhores oportunidades para mexer o marcador, mas o time do Grande ABC desligou na etapa final, mesmo jogando, em tese, dentro de casa, e sofreu gol em lance do novato Marcelo Henrique, 17 anos, que, perto do fim, driblou dois zagueiros antes de chutar rasteiro para balançar as redes.

Com o resultado, o Santo André, sem o Estádio Bruno Daniel – que passa por processo de instalação de gramado sintético –, permanece ainda no G4 com três pontos, em duas rodadas, ficando na terceira posição do Grupo A7, liderado pelo Madureira-RJ, com quatro, à frente por critérios de desempate (saldo de gols) do próprio Boavista, vice-líder,também chegando a quatro. 

Em esquema compactado, o Ramalhão, mais ativo, dominou boa parcela da fase inicial. Em que pese tenha controlado os primeiros 45 minutos, apresentou pouca intensidade e efetividade do ataque, sem grandes lances reais de perigo. Na melhor oportunidade criada pela equipe de Wilson Júnior, o meia Bruno Luiz aproveitou bola cruzada na área e cabeceou à queima roupa para bela defesa de Klever, que evitou o gol andreense.

No segundo tempo, no entanto, o cenário se inverteu. O Santo André não voltou com o mesmo ímpeto, perdeu o ritmo, sem se encontrar na partida. Isso também porque o Verdão de Saquarema foi quem se atirou para o campo ofensivo, sufocando o Ramalhão na defesa e exigindo boas intervenções do goleiro Fabrício Araújo, que impediu ao menos três oportunidades da equipe fluminense. A primeira ação do goleiro se deu somente aos 13 minutos, após batida de falta. Aos 25 minutos, outra chance, com Caio Felipe batendo cruzado. Aos 33, Ralph Dias arriscou chute forte de fora da área, o que obrigou outra importante defesa de Fabrício.

O time da região segurava a pressão, até que, aos 35 minutos, sucumbiu à imposição do adversário. Marcelo Henrique, jovem promessa do Boavista – que estava no banco de reservas –, aproveitou lançamento da defesa para a ponta direita, que contou com um desvio, fez boa jogada na entrada da área e bateu na saída do goleiro. Belo gol. 

Aos 43, a equipe visitante teve Caio Felipe expulso, ao levar o segundo cartão amarelo, dando mais emoção à partida. Diante das circunstâncias, o Santo André tentou ir para o abafa e assim conseguir o empate, mas, já próximo do desfecho, mesmo com mudanças na formação, não foi suficiente. 

Na próxima rodada da Série D do nacional, o Ramalhão enfrenta sábado, às 15h, a Portuguesa, no Estádio do Canindé, em duelo paulista. Já o Boavista irá receber o Madureira no mesmo dia e horário. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;