Fechar
Publicidade

Sábado, 31 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Palavra do leitor


Daniel Tossato

12/06/2021 | 13:42


A Prefeitura de Santo André e o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) celebram hoje um ano de transformação, progresso e melhorias para a nossa população com a execução das obras do Complexo Viário Cassaquera. Há décadas os andreenses esperavam por intervenções no Córrego Cassaquera, às margens da Avenida Luiz Ignácio de Anhaia Mello, que pudessem mudar o cenário da região e resgatar a sensação de orgulho e pertencimento da nossa gente. As obras sempre ficaram no campo da promessa, provocando a descrença da população. Mas graças ao planejamento, choque de gestão e a diminuição da dívida pública da atual administração nós conseguimos o financiamento de US$ 50 milhões junto à CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina) para executar o Programa Sanear Santo André – um dos maiores investimentos do município em obras de saneamento, drenagem, combate às enchentes e infraestrutura.
A canalização do córrego, além da construção do novo sistema viário, representa a concretização de sonhos e o rumo a cidade mais desenvolvida. Com intervenções de drenagem e infraestrutura, o Complexo Viário Cassaquera é fundamental para melhorar o escoamento da água da chuva, minimizar a possibilidade de ocorrer enchentes e alagamentos, diminuir e até mesmo combater o problema de descarte irregular de resíduos às margens do canal e contribuir para a despoluição do curso d’água. Por meio de parceria com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), na extensão de 1,7 quilômetro de canalização do córrego, 100% do esgoto doméstico passou a ser devidamente coletado e encaminhado para tratamento – isso representa redução de cerca de 80% de efluentes que eram despejados diretamente no canal. É mais qualidade de vida, saúde e bem-estar para a nossa população.
Os benefícios do Complexo Viário Cassaquera ainda vão além. As obras tornaram-se uma das mais importantes para a área de mobilidade urbana. A construção de três faixas de rolamento na Luiz Ignácio de Anhaia Mello, em cada lado do córrego, tem importância significativa para possibilitar a ligação entre as avenidas dos Estados e Valentim Magalhães, além de facilitar o acesso ao Rodoanel. Todo esse investimento em infraestrutura contribui ainda para a valorização da região e o fomento ao comércio. Graças à dedicação dos profissionais, o avanço das obras superou as expectativas. Atualmente, faltam apenas 30% para entregarmos o Complexo Viário Cassaquera e, finalmente, ver o sonho de muitos moradores se concretizar.

Gilvan Junior é superintendente do Semasa e presidente do Comugesan (Conselho Municipal de Gestão e Saneamento Ambiental de Santo André). 

PALAVRA DO LEITOR

Evolução

 O que seria da nossa insulsa existência se não tivéssemos a irretocável reflexão do nobilíssimo biólogo Theodosius Hryhorovych Dobzhansky (1900-1975): ‘Nada em biologia faz sentido exceto sob a luz da evolução’.

João Paulo de Oliveira

Diadema

Insolência 

 O presidente da República tem o desplante de dizer que a obrigatoriedade do uso de máscara vai cair. E mais uma vez ele contribui para que a população fique confusa sobre os procedimentos que devem ser adotados durante esta pandemia. 

Uriel Villas Boas

 Santos (SP)

  

Máscara sim! 

 Atenção! ‘Maricas’ do Brasil, unamos e preservemos nossas vidas e das outras pessoas. E mesmo que a idiotice de plantão no Planalto diga para tirarmos nossas máscaras, não é hora. Nem 20% da população recebeu a segunda dose da vacina, e nem todos tem bola de cristal para saber quem está ou não vacinado. E os que quiserem ficar ‘desmascarados’, lembrem-se, nem todos têm hospital militar ao seu dispor!

Tânia Tavares

Capital

Fritando Queiroga

 Não satisfeito com seu desprezo absoluto a esta pandemia – como tudo gravado está nos anais de nossa imprensa, que ele odeia –, Jair Bolsonaro, mesmo com as mais de 480 mil mortes pela Covid-19, e com a CPI da Covid em andamento – já reunindo provas suficientes para condená-lo –, ainda assim foi capaz de humilhar em público seu ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Quando disse que iria pedir a ‘um tal de Queiroga, não sei se vocês conhecem quem é’, para que publique portaria do ministério a fim de liberar o cidadão que já tomou a segunda dose da vacina para não precisar mais usar máscara! Absurdo! Novamente o presidente desrespeita a ciência! Infelizmente, Bolsonaro – o mesmo que zomba da Nação, no lugar de exercer de forma ética e com dignidade seu cargo de presidente da República – dá a impressão de que faz parte de perigosa gangue de milícias, que deseja a anarquia e destruir o nosso regime democrático. Já que, se um integrante de seu governo não segue sua vergonhosa cartilha, exclusiva, de absurdos, em público procura desmoralizá-lo. Como fez, para ‘fritar’ Marcelo Queiroga.

Paulo Panossian

São Carlos (SP)

Mais uma dele 

 Fomos surprendidos novamente! Ou não, né, já que conhecemos quem nos governa. Desta vez ficamos sabendo que o governo federal gastou R$ 23,3 milhões com campanhas para divulgar o tratamento precoce contra o coronavírus, sem eficácia, em mais uma das desastradas tentativas dele de negar a eficiência da vacina chinesa e, consequentemente, não dar holofotes a João Doria na corrida à Presidência na próxima eleição. Com esse valor daria para comprar 456.718 doses da vacina da Pfizer, à qual o Brasil havia pago US$ 10 por cada dose. Para se ter ideia, a população de São Caetano, por exemplo, é de 162 mil pessoas. Se todo mundo fosse vacinado, inclusive as crianças, ainda sobrariam doses. Mais uma desse inconsequente.

Julio Nunes

 São Caetano

Buraco em via

 Venho por intermédio desta coluna expor a situação em que se encontram nossos serviços públicos. Dia 26 de abril abri chamado pelo 0800 da Prefeitura de Santo André solicitando reparo de buraco na Avenida Dom Pedro II, altura do 1.623 (protocolo 137.986). Já liguei três vezes para saber alguma informação e, como sempre é por meio do 0800, a resposta é sempre a mesma: o setor ainda não deu resposta ou não se manifestou. Diante da demora em se obter resposta, fico me perguntando: será que estamos morando na Lua por terem tanta demanda, demorar todo esse tempo e nem sequer dar prazo para atendimento? O problema é que o buraco fica ao lado de bueiro, que provavelmente deva existir alguma infiltração e piorar a situação por baixo do asfalto. Tomara que não despenque tudo.

Euripes S. de Aquino Junior

Santo André



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;