Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Tecnologia

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Por R$ 500 e R$ 8 mil: smartphones Nokia C01 Plus e Xiaomi Mi 11 chegam ao mercado

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Sérgio Vinícius
Do 33Giga

09/06/2021 | 09:18


Duas gigantes da tecnologia anunciaram, ontem, o lançamento de dois novos smartphones no mercado brasileiro. Chegam às prateleiras do País o básico Nokia C01 Plus e o robusto Xiaomi M11.

Leia mais:
WhatsApp: 11 dicas para aproveitar melhor o aplicativo
App permite ler mensagens do WhatsApp sem que ninguém saiba
WhatsApp Web: extensão borra conversas, esconde “digitando” e mais

O modelo Nokia C01 Plus, da HMD Global (casa dos smartphones e acessórios da marca finlandesa) tem conexão 4G, tela HD+ e é vendido com o Android 11TM (edição Go). O processador do celular é um octa-core.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

O Nokia C01 Plus é equipado com câmera frontal e câmera traseira com fotografia HDR (ambas com resolução de 5MP). Ele disponibiliza flashes dos dois lados. Com o ângulo de visão amplo, a tela HD+ é de 5,45 polegadas.

O Nokia C01 Plus é em policarbonato resistente, com chassi interno de liga de metal. O modelo foi testado contra torções, calor, força e queda. A capa traseira removível facilita o acesso à bateria, se for necessário retirá-la.

O Nokia C01 Plus estará disponível nas cores azul e roxo. O modelo não tem preço definido (fora do Brasil, é vendido por, em média, o valor equivalente a R$ 500). De acordo com a HDM Global, chegará ao País “em breve”.

Xiaomi M11

Oposto do Nokia C01 Plus, o Xiaomi M11 é um smartphone robusto. O aparelho apresenta tela Amoled HDR10 + 120Hz, processador Qualcomm Snapdragon 888 e nova interface MIUI 12.5.

A versão do Xiaomi Mi 11 com 8GB de RAM e 256GB de armazenamento pode ser encontrada nas lojas oficiais da fabricante, no e-commerce da marca e nos canais parceiros espalhados pelo Brasil – o preço sugerido é de R$ 8.000.

Entre os destaques do Xiaomi Mi 11 está seu conjunto de três câmeras, protegidas pelo acabamento Corning Gorilla. São elas: a grande angular de 108MP, a de 13MP ultra grande angular e 5MP telemacro.

O flagship conta com sensor maior para fotos e vídeos – o que oferece maior gama de contraste de cor, qualidade em baixa luz e aperfeiçoamento para o desfoque de fundo.

As três câmeras apresentam modo noturno, para fotos e vídeos mesmo com pouca luz. O smartphone tem alguns efeitos de cinema, como Magic Zoom, Time Lapse, Mundo Paralelo e Congele o Tempo.

O Xiaomi Mi 11 tem bateria com 4.600 mAh de capacidade, capaz de entregar um dia útil inteiro de uso contínuo. O modelo possui carregamento ultrarrápido de 55W, com carregador incluso na caixa. Com isso, o usuário consegue energizar o aparelho de 0 a 100% em 45 minutos – sem fio, o processo leva em torno de 53 minutos.

Em termos de conectividade há NFC, infravermelho, Wi-Fi 6E e Bluetooth 5.2, que permite a conexão simultânea de até dois fones ao mesmo tempo. O aparelho aceita dois chips 5G. O Xiaomi Mi 11 pode ser encontrado nas cores: Midnight Gray (cinza), Horizon Blue (azul) e White (branco).

Abaixo, veja imagens de Nokia C01 Plus e Xiaomi Mi 11.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;