Fechar
Publicidade

Sábado, 19 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Morre, aos 79 anos, o ex-governador de SC Casildo Maldaner, vítima de câncer



18/05/2021 | 10:29


O ex-governador e ex-senador por Santa Catarina Casildo Maldaner (MDB) morreu na noite desta segunda-feira (17) aos 79 anos. Ele lutava contra um câncer e estava internado desde o domingo (16) no Hospital de Caridade, em Florianópolis. A morte foi confirmada pelo Estado de Santa Catarina. Em 2018, o político se recuperou de um câncer que afetava o sistema nervoso central. No entanto, há três semanas, Maldaner foi diagnosticado que o tumor havia voltado. Ele passou mal de sábado (15) para domingo e foi levado ao hospital em estado grave.

Nesta terça-feira (18), o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), manifestou pesar pela perda e decretou luto de sete dias no Estado. "Ele teve uma trajetória pública dedicada aos catarinenses e conquistou admiração e respeito de todos nós. Que Deus esteja com todos os familiares e amigos neste momento", publicou o governador no Twitter.

Em nota, o MDB de Santa Catarina lamentou a perda e disse que Maldaner "foi uma das maiores e mais carismáticas lideranças do nosso partido". "Além de suas realizações e conquistas, Casildo será lembrado também pela sua determinação, alegria e força".

O atual presidente estadual do MDB, Celso Maldaner, usou sua conta no Twitter para comentar a morte do irmão. "Foi uma honra e um orgulho ter um irmão como o Casildo, que, além de ter me inspirado, sempre desempenhou o papel de meu conselheiro", escreveu Celso.

O presidente nacional do MDB, o deputado federal Baleia Rossi, também manifestou pesar pela morte de Maldaner. "Meus sentimentos a todos familiares e amigos do grande emedebista Casildo Maldaner", publicou na rede social.

A vice-governadora do Estado, Daniela Reinehr (sem partido), também se pronunciou no Twitter e afirmou que "Santa Catarina está em luto". Segundo ela, o legado de Maldaner está marcado na história catarinense.

O velório acontece na Assembleia Legislativa, das 10h às 13h, e seguirá os protocolos de segurança e prevenção à covid-19. Na sequência, será realizada uma cerimônia de cremação, no Jardim da Paz, em ato reservado à família e amigos mais próximos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;