Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Conselho de Ética vota nesta terça processo contra Janene


Do Diário OnLine

12/06/2006 | 11:02


O Conselho de Ética da Câmara se reúne nesta terça-feira para discutir e votar o parecer do relator Jairo Carneiro (PFL-BA) sobre o processo de cassação contra o deputado José Janene (PP-PR). Carneiro recomenda a perda do mandato de Janene pelo suposto envolvimento dele no esquema apelidado de 'valerioduto'. O parlamentar do PP teria sido beneficiário de um saque de R$ 4,1 milhões das contas do publicitário Marcos Valério. 

De acordo com o relator, Janene cometeu "conduta indecorosa" ao receber "vantagens indevidas no exercício da atividade parlamentar". Alegando sofrer de cardiopatia grave, o deputado do PP não prestou depoimento ao Conselho de Ética desde que a tramitação do processo teve início. Carneiro teve de elaborar seu parecer com base em provas e depoimentos reunidos pela CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) dos Correios e na denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República no inquérito sobre o 'mensalão'.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Conselho de Ética vota nesta terça processo contra Janene

Do Diário OnLine

12/06/2006 | 11:02


O Conselho de Ética da Câmara se reúne nesta terça-feira para discutir e votar o parecer do relator Jairo Carneiro (PFL-BA) sobre o processo de cassação contra o deputado José Janene (PP-PR). Carneiro recomenda a perda do mandato de Janene pelo suposto envolvimento dele no esquema apelidado de 'valerioduto'. O parlamentar do PP teria sido beneficiário de um saque de R$ 4,1 milhões das contas do publicitário Marcos Valério. 

De acordo com o relator, Janene cometeu "conduta indecorosa" ao receber "vantagens indevidas no exercício da atividade parlamentar". Alegando sofrer de cardiopatia grave, o deputado do PP não prestou depoimento ao Conselho de Ética desde que a tramitação do processo teve início. Carneiro teve de elaborar seu parecer com base em provas e depoimentos reunidos pela CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) dos Correios e na denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República no inquérito sobre o 'mensalão'.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;