Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Eva Wilma recebe homenagem do filho - e irá estrelar longa inédito mesmo após sua morte



17/05/2021 | 11:11


A atriz Eva Wilma morreu na noite do último sábado, dia 15, pouco tempo após descobrir um câncer no ovário. Com isso, o Fantástico que foi ao ar na noite do último domingo, dia 16, prestou uma pequena homenagem à atriz - e revelou que ela deixou um filme inédito como parte de seu legado.

De acordo com a atração, aos 85 anos de idade, a atriz estrelou a comédia dramática As Aparecidas, que teve seu processo de finalização atrasado por conta da pandemia. Apesar de ter concluído as filmagens cerca de dois anos atrás, Eva chegou a gravar um áudio para o longa enquanto estava na UTI - e o diretor da obra conta que a atriz conseguiu assistir ao produto final antes de morrer:

- É um filme em que cinco mulheres, todas com mais de 80 anos [de idade], resolvem fazer uma viagem juntas, e a viagem é uma aventura. A gente conseguiu mostrar, o Johnny, o filho dela, conseguiu mostrar o filme para ela. Ele conseguiu mostrar no Dia das Mães.

John Herbert Jr., filho da atriz, também acabou enviando um depoimento emocionante para o Fantástico, no qual aponta que mesmo com uma carreira corrida que por vezes a impedia de acompanhá-lo no dia a dia, Eva foi uma inspiração para sua vida:

- Eu fiz uma homenagem à ela no Dia das Mães dizendo justamente isso: minha mãe não me acordava para ir para a escola, não fazia café de manhã, não almoçava comigo, mas enquanto isso eu crescia feliz. Então, com esse exemplo de grandeza, de dedicação, de profissionalismo, e de paixão, foi um exemplo assim inigualável. Eu sou um cara muito privilegiado por ter essa mãe do meu lado.

A morte da atriz, é claro, rendeu muitas homenagens por parte de famosos e colegas de profissão de Eva. Tony Ramos, por exemplo, destacou a admiração que sente pela atriz veterana e elogiou sua vasta carreira:

- Eva Wilma foi um dos mais importantes nomes e um dos mais ousados e corajosos nomes da nossa profissão, da nossa turma. Uma mulher muito determinada, perseverante, sem medos. E por mais que houvesse esses medos, ela os enfrentava. Realmente é um momento de muita dor e um momento que nós atores queremos nos lembrar sempre das alegrias que ela nos deixou. Eu quero lembrar dela assim: da qualidade do seu trabalho e principalmente da pessoa fascinante que Vivinha sempre foi.

Fúlvio Stefanini, por sua vez, também destacou o talento da atriz e afirmou que Eva tinha dom de se aproximar das pessoas por meio de sua atuação:

- Na televisão era impressionante a facilidade com que ela transpunha a barreira que existe entre a tela e a sala das pessoas. Ela se tornava uma pessoa íntima de todas as famílias do Brasil. Era um dom que ela tinha.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;