Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Relação era institucional, diz ex-diretor da OAS

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Carlos Henrique Barbosa confirma conversas com agentes públicos da cidade, mas nega propina


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

15/05/2021 | 08:35


Ex-diretor da OAS, Carlos Henrique Barbosa Lemos disse que mantinha relação institucional com agentes políticos de São Bernardo e assegurou não ter participação em pagamentos indevidos em troca de obras no município.

Barbosa compareceu ontem para prestar seu depoimento à CPI da OAS instalada na Câmara. Ele foi convocado depois que o ex-superintendente da empreiteira e delator José Ricardo Nogueira Breghirolli citou seu nome como responsável pela articulação junto a políticos para depósito de propina.

Aos integrantes da CPI, porém, Barbosa negou a versão de Breghirolli. Disse desconhecer esquema interno para transferência de recursos ilícitos a políticos e declarou que fazia parte de área técnica dentro da empresa.

Questionado se mantinha relação com políticos de São Bernardo, Barbosa citou o prefeito Orlando Morando (PSDB), o ex-prefeito Luiz Marinho (PT) e o deputado federal Alex Manente (Cidadania), negando, entretanto, qualquer irregularidade nos diálogos. “Era institucional”, assegurou. Depois, ao ser novamente interpelado sobre a classe política da cidade, lembrou que também conversava com o deputado estadual Luiz Fernando Teixeira (PT).

Para o relator da CPI da OAS, vereador Julinho Fuzari (DEM), o depoimento de Barbosa foi contraditório. “Ele negou as declarações que o José Ricardo fez sobre ele. Um tem uma versão, o outro tem uma versão diferente. Alguém está mentindo.” Presidente da CPI, Mauricio Cardozo (PSDB) também criticou a forma evasiva com a qual Barbosa conversou com os integrantes do bloco. “Até por isso o depoimento do Léo Pinheiro é essencial.” A oitiva de Léo Pinheiro está marcada para segunda-feira, a partir das 9h, por videoconferência.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;