Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 24 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Vereador andreense Samuel Dias morre, aos 55 anos, após sofrer AVC

Celso Luiz/ DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Samuel estava hospitalizado no CHM há quase um mês; prefeito Paulo Serra decretará luto oficial de três dias


Da Redação

13/05/2021 | 11:04


Atualizada às 13h58

O vereador Samuel Dias (PDT), de Santo André, 55 anos, morreu na manhã desta quinta-feira (13) devido às complicações de um AVC (Acidente Vascular Cerebral) hemorrágico, causado por rompimento de vaso intracraniano. O pedetista estava internado no CHM (Centro Hospitalar Municipal) há praticamente um mês e já tinha passado por pelo menos duas cirurgias. Recentemente, foi submetido a uma traqueostomia. As complicações do derrame pioraram seu quadro de saúde. 

Samuel deixa mulher e um filho. O velório acontece desde às 14h no Cemitério do Curuçá, assim como o enterro, marcado para ocorrer às 17h. A sessão ordinária da Câmara de hoje foi suspensa em decorrência do ocorrido. 

O prefeito Paulo Serra (PSDB) lamentou a morte do parlamentar em suas redes sociais. "Desejamos à família e amigos muita força e expressamos nosso pesar e solidariedade. Que Deus console o coração de todos que se despedem hoje deste homem batalhador". O chefe do Executivo irá decretar luto oficial de três dias. 

"Mesmo tendo ficado um período muito curto na Câmara, foi uma grande parceiro enquanto lá esteve e nos aproximamos muito nos últimos tempos. Santo André tinha muito a ganhar com sua presença em nosso Legislativo, mas tenho certeza que seu legado de luta será lembrado por todos que acompanharam a sua trajetória", afirmou o presidente da Câmara, Pedrinho Botaro (PSDB).

Parlamentar de primeiro mandato e ex-presidente do Flamenguino - clube de várzea da cidade -, Samuel, que era cadeirante, sofreu AVC no dia 14 de abril e foi levado às pressas para o CHM, onde passou por reavaliação médica e foi diagnosticado com o tipo hemorrágico, mais grave. Na ocasião, o quadro do vereador já era considerado grave, embora chegou a ter estabilidade por alguns dias no período.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;