Fechar
Publicidade

Domingo, 13 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Número dois do Paço andreense, Luiz Zacarias se despede do PTB e se aproxima de antiga legenda

Político deixará o partido após intervenção diante de viés bolsonarista


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

10/05/2021 | 20:27


O vice-prefeito de Santo André, Luiz Zacarias, está de malas prontas para deixar o PTB, sigla pela qual carrega quatro mandatos como vereador e outros dois em sequência na condição de companheiro de chapa do prefeito Paulo Serra (PSDB). Figura com longo histórico nas fileiras petebistas, o número dois do Paço decidiu mudar de ‘casa’ depois de intervenção no diretório municipal do partido diante do novo viés bolsonarista da legenda em âmbito nacional – presidente, o ex-deputado federal Roberto Jefferson dissolveu executivas e nomeou comissões provisórias alinhadas com essa orientação.

Zacarias acumula quase 30 anos de filiação no PTB, partido que já, inclusive, presidiu na cidade. Antes da intervenção da cúpula em esfera superior, o diretório petebista local era comandado pela ex-vice-prefeita Dinah Zekcer. Agora, passou a ser dirigido por Miguel Heredia, que foi superintendente do IPSA (Instituto de Previdência de Santo André) no primeiro mandato do governo tucano. A sua desfiliação tende a ser consumada nos próximos dias. Ele ensaia filiação no PL, sigla onde permaneceu por nove anos e se elegeu vereador em 2004.

O atual vice-prefeito andreense chegou a negociar entrada no PSD, DEM e Avante, mas a passagem pelo PL no começo dos anos 2000 teria pesado na definição. Na ocasião, migrou à agremiação e foi candidato a deputado estadual, em 2002. Ele protagonizou episódio inusitado na legenda no pleito de 2008. Mais votado por vaga à Câmara, com 7.219 votos, ficou fora da legislatura seguinte porque a coligação não conseguiu atingir o coeficiente eleitoral. Com eleitorado cativo na região da Palmares, registrou o primeiro revés por assento legislativo na cidade desde que debutou na casa, em 1993.

Questionado, Zacarias foi sucinto ao admitir que está próximo de se desligar do PTB. “Estou propenso a sair do partido”, sintetizou, reconhecendo conversas com outros partidos. Especulava-se migração ao Avante após a ida do decano deputado Campos Machado, ex-presidente estadual petebista, que, pressionado, saiu da sigla. Seu filho, Lucas Zacarias, atualmente no segundo mandato na Câmara, deve continuar na sigla, ao menos, por enquanto, em que pesem as mudanças no partido, o que pode abrir brecha na legislação para evitar ser enquadrado na Lei da Fidelidade Partidária. A continuidade pode durar até a próxima janela, em março de 2024.

Heredia alegou que não recebe a informação de saída de Zacarias com surpresas. “Já ouvi comentários neste sentido, mas oficialmente não tem nada (comunicado à executiva). Certo é que há um novo PTB. Que tem sido reorientado a ter quadros mais conservadores. Esse pessoal do Zacarias e da Dinah é antigo, do Campos, que ficou para trás. Orientação é que tenhamos personalidade mais conservadora, mais coerente. Estava muito amorfo, tendo alguns lugares (aliança) com PSDB e em outros com PT. Considero que ele (Zacarias) tem outros planos. Vida que segue.”



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;