Fechar
Publicidade

Sábado, 19 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

É momento de agir


Do Diário do Grande ABC

10/05/2021 | 15:15


 Um dia depois de revelar que 11,7 mil pessoas do Grande ABC ‘sumiram’ e não voltaram para receber a segunda dose da vacina contra a Covid-19, agora o principal escudo diante do vírus – nas sete cidades, já ceifou mais de 7.000 vidas –, este Diário estampa na edição de hoje que menos da metade das pessoas elencadas como prioridades na campanha de imunização da gripe foram às unidades de saúde na região. Na verdade, os números informados por Santo André, São Bernardo, São Caetano e Diadema ficam abaixo dos 40%. Quando se compara com os 30% registrados no Estado, alguém pode até considerar que o índice regional é bom.

Não é mesmo. Ainda mais quando se sabe que no grupo de prioridades estão crianças entre 6 meses e 6 anos, que obviamente só poderão ser vacinadas se levadas pelos pais ou responsáveis. São seres totalmente dependentes de adultos, que não deveriam ser tão irresponsáveis a ponto de colocar a vida dos filhos em risco. ‘Ah, mas com a pandemia de Covid-19 aí, é perigoso ir a uma unidade de saúde para tomar a vacina’, podem tentar justificar alguns. A desculpa pode soar razoável, mas é possível garantir a segurança com os cuidados preconizados pela ciência, como uso de máscara.

Além do mais, é inimaginável considerar a hipótese de que o poder público, médicos e cientistas deste País, que há mais de ano têm se empenhado em derrotar o coronavírus, fossem insanos a ponto de colocar milhões de pessoas – crianças, gestantes, puérperas, profissionais de saúde e indígenas – sob risco para imunizar contra a gripe. O esforço para salvar vidas ameaçadas pela Covid inclui evitar que o Influenza se espalhe.

De todo modo, não há como negar que algo está errado quando em duas frentes de batalha contra doenças haja ‘sumiço’ de quem deveria tomar a segunda dose ou a falta, pura e simples, no caso de pessoas que integram grupos prioritários da vacina da gripe. Portanto, União, Estados e municípios precisam agir, desde já, para conscientizar a população, e isso implica em fazer chegar a cada um que o momento exige o compromisso de todos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;