Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Grande ABC registra recorde
semanal em vacinas aplicadas

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Foram 97.054 imunizantes utilizados; marca anterior era de 95.514 fármacos


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

09/05/2021 | 00:01


O Grande ABC registrou na semana que terminou ontem o maior número de imunizantes contra a Covid aplicados desde o início da campanha, em 19 de janeiro. De domingo até ontem, foram 97.054 vacinas, superando a marca entre os dias 18 e 24 de abril, quando 95.514 fármacos foram utilizados. O número foi inflado pelo recorde registrado na sexta-feira, quando 20.235 doses da vacina foram aplicadas em apenas 24 horas. Na ocasião, foram 15.391 referentes à primeira dose e 4.844 à segunda.

São Caetano tem o melhor desempenho na campanha de vacinação, com 30,11% da população protegida com a primeira dose e 17,4% com o esquema vacinal completo. Considerando só o público adulto, ou seja, pessoas acima de 18 anos, a cidade já imunizou 54,2% dos 90 mil habitantes, de acordo com dados informados pela Prefeitura.

Santo André usou 249.048 imunizantes até ontem, sendo 164.879 referentes à primeira dose (22,85% da população) e 84.169 à segunda (11,66%) – veja números das cidades no Vacinômetro na pagina 3.

O governo do Estado divulgou quinta-feira datas dos novos grupos prioritários da vacinação contra a Covid. Foram incluídos grávidas, puérperas e adultos com comorbidades a partir de 50 anos.

No dia 11 começa a vacinação das gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto) acima de 18 anos. A partir dessa data, também serão imunizadas as pessoas com deficiência permanente que têm entre 55 e 59 anos e recebem o BPC (Benefício de Prestação Continuada) da assistência social.

A partir do dia 12, doses serão ofertadas às pessoas nesta faixa etária (55 a 59) que possuem uma ou mais comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde: doenças cardiovasculares, insuficiência cardíaca, cor-pulmonale (alteração no ventrículo direito), hipertensão pulmonar, cardiopatia hipertensiva, síndromes coronarianas, valvopatias, miocardiopatias e pericardiopatias, doença da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas, arritmias cardíacas, cardiopatias congênitas, próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados, diabete mellitus, pneumopatias crônicas graves, hipertensão arterial resistente, hipertensão arterial – estágio 3 ou estágios 1 e 2 com lesão e órgão-alvo, doença cerebrovascular, doença renal crônica, imunossuprimidos (transplantados; pessoas vivendo com HIV; doenças reumáticas em uso de corticoides; pessoas com câncer), anemia falciforme e talassemia maior (hemoglobinopatias graves), obesidade mórbida e cirrose hepática, A expectativa é imunizar 900 mil pessoas com este perfil em São Paulo. As pessoas nestas condições entre 50 e 54 anos serão protegidas a partir do dia 14.

Sto.André e S.Bernardo adiantam grupos

Duas cidades anteciparam mais uma etapa da vacinação para amanhã. Em Santo André, estão incluídas pessoas com comorbidades entre 55 e 59 anos, pessoas com deficiência de 55 a 59 anos que recebem BPC (Benefício de Prestação Continuada), moradores com síndrome de Down de 18 a 59 anos, pacientes transplantados em uso de imunossupressor com idade entre 18 e 59 anos, pessoas em tratamento de hemodiálise e gestantes e puérperas com comorbidades a partir de 18 anos. É necessário agendamento pelo site psa.santoandre.br/vacinacovid. Na vacinação é preciso levar documento que comprove que se enquadra nos critérios, como relatório médico, declaração de transplantado e cartão BPC.

Em São Bernardo, os novos públicos-alvo para imunização contemplam pessoas com síndrome de Down e transplantadas entre 18 e 59 anos, munícipes com doenças crônicas na faixa etária de 55 a 59 anos, além de gestantes e puérperas com comorbidades acima de 18 anos. Para receber a vacina, é preciso realizar cadastro no site estadual (www.vacinaja.sp.gov.br), além de agendamento no portal da Prefeitura (www.saobernardo.sp.gov.br/web/coronavirus), no qual é possível definir local, data e horário para receber a dose. No dia da vacinação, é obrigatória a apresentação de comprovantes específicos para cada grupo, além de comprovante de endereço, documento com foto, CPF, carteirinha da UBS (Unidade Básica de Saúde) e comprovante do agendamento, impresso ou digital. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;