Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 24 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Balas crê em êxito de Bolsonaro:
‘Povo não quer corrupção do PT’

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Para deputado estadual, trabalho da direita vai sobrepor tentativa de Lula em voltar ao Planalto


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

08/05/2021 | 00:30


Integrante da ala bolsonarista na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Agente Federal Danilo Balas (PSL) aposta na reeleição do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em 2022, mesmo com a possibilidade de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) concorrer no pleito. Para o parlamentar, a população “com certeza não quer reviver época de desfalques dos cofres públicos”.

Em visita ao Diário, juntamente com o vereador Américo Scucuglia (PTB), de São Caetano e também defensor de Bolsonaro, Balas admitiu que Lula ainda movimenta parcela do eleitorado nacional e que sua soltura com direitos políticos restabelecidos trazem outras perspectivas ao petismo. Porém, avaliou estarem na retina dos eleitores do País os inúmeros escândalos envolvendo as gestões petistas.

“Temos o maior bandido presidente da República da história, que é o senhor Luiz Inácio Lula da Silva. Foi o maior ladrão da história porque praticamente institucionalizou a corrupção”, disparou o deputado. “Foi um desserviço que a Suprema Corte do nosso País fez (ao libertá-lo e anular as condenações contra Lula). É vergonha na história. Mas o trabalho que fazemos de direita, conservador, vai se sobrepor ao trabalho corrupto passado. Acredito que o presidente vá se reeleger e teremos oito anos de Presidência de Jair Messias Bolsonaro. Farei campanha para isso.”

Em primeiro mandato, após conquistar 38,6 mil votos na esteira da onda conservadora da eleição de 2018, Balas é um dos mais ferrenhos opositores ao governador João Doria (PSDB) na Assembleia – o tucano busca se viabilizar como presidenciável e, assim, seria adversário de Bolsonaro. Para Balas, Doria se elegeu com discurso que não cumpre, como, por exemplo, dar aumento aos policiais.

“Temos um dos piores salários do País. Inicialmente, os policiais estavam fora da lista de prioridade da vacinação (contra a Covid). Foi o Ministério da Justiça dar início a esse processo que ele correu para vacinar os policiais. Fora inúmeros problemas nas áreas de saúde e de educação”, criticou o parlamentar. “Tenho certeza que o presidente Bolsonaro terá um candidato aqui (no Estado), competitivo, e terei a honra de defender esse nome nas urnas.”

Sobre São Caetano, Balas disse aguardar pela realização de nova eleição – os votos do primeiro colocado em 2020, José Auricchio Júnior (PSDB), foram anulados – e sustentou apoio a Fabio Palacio (PSD), que terminou o pleito na segunda colocação.

Scucuglia, que também está no primeiro mandato e é aliado de Palacio na cidade, criticou a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) em suspender a condenação de Lula. “Todos os atos passaram por diversas instâncias. Todos os atos do (ex-)juiz Sergio Moro, que o STF classificou como parcial, foram homologados pelo próprio Supremo, nada debaixo dos panos. Mas vejo que a liberação do Lula é derrota para a esquerda, não para o Bolsonaro. Série de nomes que queriam ser candidatos já baixaram a bola.”

Parlamentar e vereador buscam elo com Banco de Olhos de Sorocaba

O deputado estadual Agente Federal Danilo Balas (PSL) e o vereador Américo Scucuglia (PTB), de São Caetano, atuam em conjunto para que dois projetos – um da área da saúde e outro de segurança pública – sejam implementados em solo são-caetanense.

Oriundo de Sorocaba, no Interior, Balas avalia ser possível instalar um centro de triagem de pacientes que queiram atendimento no BOS (Banco de Olhos de Sorocaba), referência internacional no tratamento oftalmológico, em especial transpante de córnea.

Segundo o parlamentar, a demanda por atendimento no equipamento, que funciona dupla porta (público e privada), poderia ter fluxo facilitado com a instalação de postos de suporte espalhados pelo Estado. “São Caetano poderia receber uma unidade, para integrar o processo. Há interesse da direção do BOS nisso, porque há muitos pacientes que saem do Grande ABC em busca de tratamento lá.” Outra ideia é conectar São Caetano ao sistema Córtex, do governo federal, que, por inteligência artificial, consegue mapear placas de veículos e CPFs de suspeitos de crimes, com transferência de dados em tempo real para forças de segurança pública.

“Conversei com o prefeito Tite Campanella (Cidadania, de São Caetano) sobre a proposta e ele gostou do que ouviu. Vamos levar todos os detalhes e ver se São Caetano vira pioneira”, considerou Scucuglia. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;