Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 22 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Tecnologia

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Estônia e startups brasileiras: e-Residency lança novos pontos para digital ID

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação, com assessoria
Do 33Giga

06/05/2021 | 11:18


O programa de e-Residency, do governo da Estônia, é primeira iniciativa de residência digital do mundo. Ontem (5), o serviço anunciou o lançamento de quatro novos ‘pontos de coleta’ internacionais em três continentes, acompanhando o aumento de nômades digitais, resultado da pandemia da covid-19.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Os novos locais também atendem às demandas crescentes de empresários locais, que buscam expandir seus negócios internacionalmente e se crescer no mercado europeu. Com a adição de pontos de coleta em São Paulo, Bangkok, Cingapura e Joanesburgo, os cartões de e-Residency agora estão disponíveis em cerca de 50 locais no mundo todo.

Leia mais:
5 streamings de TV a cabo que você pode assistir de graça – se for assinante
Smart TV: teste revela qual o melhor televisor com acesso à internet do mercado
JustWatch encontra o filme que você deseja ver em diferentes streaming

Sendo o epicentro de uma rede de 80.000 nômades digitais, o anúncio demonstra o compromisso contínuo da Estônia em capacitar freelancers, empresários, empreendedores e trabalhadores independentes de todo o mundo.

e-Residency: o que é?

E-Residency é a primeira start-up do governo da Estônia. Desde 2014, o programa tornou-se internacionalmente conhecido por revolucionar a forma como os governos pensam e interagem com empresários estrangeiros.

Com um número estimado de nômades digitais em cerca de 5 a 10 milhões, a necessidade de inovação se tornou urgente. Cada membro da comunidade de e-Residency, que recebe uma ID digital de residente eletrônico, tem um meio seguro de identificação digital que lhes concede acesso aos serviços eletrônicos da Estônia

Isso permite que assinem documentos digitalmente e iniciem e gerenciem seus negócios na União Europeia 100% online a partir de qualquer localização. O lançamento de quatro novos pontos de coleta é reflexo do número crescente, em escala internacional, de profissionais que não dependem de localização fixa e demonstra o compromisso da e-Residency em aumentar a acessibilidade para aqueles que residem fora da Europa.

e-Residency no Brasil

O Brasil tem o maior número de aplicações à e-Residency na América do Sul e está na lista dos 50  principais países que se candidatam, ao lado da África do Sul e Cingapura. As cidades de São Paulo,  Bangkok, Cingapura e Joanesburgo também atenderam aos critérios definidos pela start-up.

A e-Residency identificou as regiões como ‘hotspots’ de trabalho remoto. Em resumo: paraísos para fundadores de startups e profissionais sem fronteiras que surgiram com velocidade cada vez maior desde a pandemia.

A incerteza de trabalho criada pela covid-19 também inspirou mais pessoas a começarem a trabalhar por conta própria, tornando a residência eletrônica uma opção brilhante para expandir negócios. O governo da Estônia firmou uma parceria com a BLS International para emitir cartões de e-Residence no Brasil, em Cingapura, Bangkok, Tóquio e Joanesburgo.

Os novos pontos de coleta estão localizados em:

  • Cingapura: 10 Anson Road Unit 30-08 International Plaza, 079903
  • Bankok: Edifício de intercâmbio 399, andar B2, Unidade A / 1, Sukhumvit Road. Klongtoey-Nua,
    wattana, Bangkok 10110 Tailândia
  • Johanasburg: The Station, 191 Bekker Road, The Station, Vorna Valley, Midrand, 1682
  • São Paulo: ED. Vilma Sônia, Av. São Luís, 112 Cj. 404, República São Paulo SP, 01046-001

Que se inscrever para o programa? Entre em https://eresident.politsei.ee. Gostaria de mais informações? Acesse https://e-resident.gov.ee.

e-Residency: atrativos

O programa de e-Residency foi fundado em 2014 e, desde então, atingiu mais de 80.000 empreendedores digitais. O programa baseia-se nos mais de 20 anos de experiência da Estônia para fornecer serviços públicos digitais para cidadãos estonianos.

Todos podem se inscrever para essa identidade digital emitida pelo governo transnacional e se beneficiar da plataforma de residência eletrônica, que se baseia na inclusão, legitimidade e transparência.

A e-Residency permite o acesso aos serviços eletrônicos públicos da Estônia e a uma variedade de eletrônicos fornecidos por provedores internacionais, todos parte da X-Road da Estônia, que conecta todos os serviços públicos e permite que cada serviço funcione em harmonia.

Todos os dados de saída são assinados e criptografados digitalmente. Todos os de entrada são autenticados e registrados, o que significa que os e-Residents e outros usuários dos dados do X-Road estão seguros.

Isso oferece a liberdade de iniciar e administrar facilmente uma empresa global da UE totalmente on-line em qualquer lugar do mundo.

Os residentes eletrônicos podem: abrir uma empresa em um dia e administrar a empresa remotamente, solicitar uma conta bancária comercial e cartão de crédito, conduzir um banco eletrônico, usar provedores de serviços de pagamento internacionais, declarar impostos e assinar documentos digitalmente.

O e-Residency não fornece cidadania, residência fiscal, residência física ou o direito de viajar para a Estônia ou UE



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;