Fechar
Publicidade

Sábado, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santo André faz as contas para fugir do rebaixamento

Banco de Dados/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Vencer Mirassol e Ituano é alternativa mais tranquila para o Ramalhão seguir na elite


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

05/05/2021 | 00:01


O Santo André depende apenas de si para escapar do rebaixamento no Campeonato Paulista. Se vencer os dois jogos que ainda tem pela frente, contra Mirassol (amanhã) e Ituano (domingo), o Ramalhão não apenas se salva da degola para a Série A-2 como se classifica para a disputa do Troféu do Interior, que dá ao campeão a vaga na Copa do Brasil. No entanto, se levado em conta o retrospecto da equipe neste Estadual, com apenas uma vitória em dez rodadas, aí dependerá de algumas combinações para seguir na elite.

Os andreenses somam sete pontos na classificação, um a mais do que o São Bento, primeiro time da zona de rebaixamento e principal rival na batalha para se livrar do descenso. A vantagem ramalhina é ainda maior porque tem um triunfo no torneio, enquanto os sorocabanos não têm nenhum – este é o primeiro critério de desempate. Se perder seus compromissos contra Inter de Limeira e Santos, o Azulão estará rebaixado junto do São Caetano (que caiu definitivamente anteontem). Se empatar um dos confrontos, ainda assim está em desvantagem em comparação ao Ramalhão. Já se vencer os dois adversários, obriga o Santo André a ter desempenho similar. E se ambos vencerem as duas, colocam sob risco três times que somam dez pontos: Santos, Inter de Limeira e Ponte Preta – os três também têm dois jogos a fazer.

“Obviamente duas vitórias (nos salvam), mas acho que quatro pontos devem garantir a permanência. Até mesmo três pontos podem ser suficientes, mas aí depende do São Bento”, acredita o presidente do Santo André, Sidney Riquetto, que admitiu esperar outra realidade no Paulistão após a campanha quadrifinalista de 2020. “Em face dos problemas enfrentados este ano, não chega a ser decepção, mas certamente esperava-se um resultado mais positivo.”

CONTAS
Matematicamente, cinco equipes ainda lutam contra o rebaixamento. Ao menos é o que aponta o site estatístico Chance de Gol. “Baseado na probabilidade de vitória, empate e derrota calculadas para cada um dos jogos ainda não realizados campeonato em questão”, como explica a descrição do site, ainda estão na briga São Bento (com 74,3% de chance de rebaixamento), Santo André (25,01%), Santos (0,4%), Botafogo de Ribeirão Preto (0,1%) e Ponte Preta (0,01%). 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;