Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 29 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

O que o Dia da Terra e a Cúpula do Clima representam para o turismo

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Redação
Do Rota de Férias

22/04/2021 | 20:45


Em 22 de abril é comemorado o Dia da Terra ou Dia Internacional da Terra. A data, que simboliza o combate a ações nocivas ao meio ambiente, foi criada após um protesto realizado nesse em 22 de abril 1970 em Washington, Nova York e Portland, nos Estados Unidos.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Lideradas pelo senador estadunidense Gaylord Nelson, cerca de 20 milhões de pessoas foram às ruas em meio a passeatas e discursos educacionais de defesa ao meio ambiente. Efeito estufa, desmatamento e poluição eram os temas mais debatidos à época.

Marco da luta ambiental, o evento deu vida a uma série de iniciativas relacionadas ao assunto, como a criação da Agência de Proteção Ambiental, a Conferência de Estocolmo (1972) e, principalmente, a criação do Dia da Terra, chancelado pela ONU em 2009 como o Dia Internacional da Mãe Terra.

Reserva de hotéis no Booking. Confira aqui as melhores opções no Brasil e no mundo.

O Dia da Terra e a Cúpula do Clima

Não à toa, a Cúpula do Clima, que está sendo realizada em ambiente virtual, teve início exatamente às 9h do Brasil do Dia da Terra. Convocada pelo presidente americano Joe Biden, a Cúpula de Líderes Climáticos, seu nome oficial, tem como objetivo reposicionar a presença dos Estados Unidos no tabuleiro global do meio ambiente após a política distante do tema aplicada no governo de Donald Trump.

Com duração de dois dias, a Cúpula do Clima conta com a presença de 40 líderes, mundiais, incluindo o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e Sinéia Wapichana, do Conselho Indígena de Roraima (CIR), da Terra Indígena Raposa Serra do Sol. O evento foi aberto por Biden e a vice-presidente americana, Kamala Harris. É possível acompanhá-lo ao vivo aqui.

“Nenhum país vai conseguir resolver a crise climática sozinha. Todos nós, especialmente as nações com maior poder econômico, temos que dar um passo nesse sentido”, disse Biden. O presidente americano anunciou ainda a meta de reduzir a emissão de gases pela metade até 2030. Bolsonaro, por sua vez, mudou o tom combativo e revelou que medidas serão adotadas para que o Brasil alcance a neutralidade climática até 2050, dez anos antes do proposto anteriormente.

Pacotes de viagens nacionais e internacionais em até 12x sem juros. Garanta o seu aqui.

A indústria do turismo está de olho na Cúpula do Clima, uma vez que as políticas ambientais adotadas pelos países estão cada vez mais relacionadas às escolhas dos viajantes. Não se trata de uma questão de quem gosta de ecoturismo ou não, mas da criação de uma infraestrutura de transporte, hotelaria e gastronomia, sobretudo, mais sustentável, inclusive em relação ao desenvolvimento de comunidades locais. Uma pauta que tem tudo a ver com o Dia da Terra.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;