Fechar
Publicidade

Sábado, 15 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Intel afirma que escassez global de semicondutores durará mais dois anos



23/04/2021 | 14:41


O novo presidente-executivo da Intel, Pat Gelsinger, afirmou que as restrições de oferta e o "imenso" investimento necessário para atender à demanda significam que a escassez global de chips que afeta a indústria automobilística e outros setores deve durar mais dois anos. Na quinta-feira, 22, a Intel divulgou os resultados corporativos do primeiro trimestre. As expectativas de vendas e lucros foram superadas, mas a companhia alertou no balanço que sua margem de lucro diminuirá este ano.

A alemã Daimler foi a mais recente montadora a alertar, nesta sexta-feira, que a persistente escassez de chips semicondutores pode afetar suas vendas no segundo trimestre.

Renault, Volvo e BMW emitiram avisos semelhantes esta semana.

A Jaguar Land Rover disse nesta quinta-feira que duas de suas fábricas britânicas serão fechadas temporariamente na próxima semana, devido a interrupções na cadeia de suprimentos relacionadas à covid-19, incluindo a falta de chips semicondutores.

Na semana passada, o presidente dos EUA, Joe Biden, usou uma reunião com executivos do setores automobilístico e de tecnologia para defender seu plano de gastos em infraestrutura de US$ 2,3 trilhões.

Segundo o democrata, é preciso fortalecer a indústria doméstica de produção de chips.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Intel afirma que escassez global de semicondutores durará mais dois anos


23/04/2021 | 14:41


O novo presidente-executivo da Intel, Pat Gelsinger, afirmou que as restrições de oferta e o "imenso" investimento necessário para atender à demanda significam que a escassez global de chips que afeta a indústria automobilística e outros setores deve durar mais dois anos. Na quinta-feira, 22, a Intel divulgou os resultados corporativos do primeiro trimestre. As expectativas de vendas e lucros foram superadas, mas a companhia alertou no balanço que sua margem de lucro diminuirá este ano.

A alemã Daimler foi a mais recente montadora a alertar, nesta sexta-feira, que a persistente escassez de chips semicondutores pode afetar suas vendas no segundo trimestre.

Renault, Volvo e BMW emitiram avisos semelhantes esta semana.

A Jaguar Land Rover disse nesta quinta-feira que duas de suas fábricas britânicas serão fechadas temporariamente na próxima semana, devido a interrupções na cadeia de suprimentos relacionadas à covid-19, incluindo a falta de chips semicondutores.

Na semana passada, o presidente dos EUA, Joe Biden, usou uma reunião com executivos do setores automobilístico e de tecnologia para defender seu plano de gastos em infraestrutura de US$ 2,3 trilhões.

Segundo o democrata, é preciso fortalecer a indústria doméstica de produção de chips.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;