Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 12 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Em parceria com Estado, Consórcio avalia
projeto regional de logística reversa

Ações serão desenvolvidas com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente


Do Dgabc.com.br

23/04/2021 | 00:01


O Consórcio Intermunicipal do Grande ABC e o governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente, definiram plano de trabalho destinado ao desenvolvimento de cooperação técnica para a gestão e gerenciamento de resíduos sólidos. Entre as medidas está a implementação de projeto regional de logística reversa. A iniciativa é parte do protocolo de intenções firmado em 2020 entre a entidade regional e a pasta estadual.

Por meio do acordo, as duas partes vão cooperar tecnicamente e conjugar esforços, incluindo compartilhamento de experiências e desenvolvimento de ações estruturantes, com o objetivo de implementar as políticas nacional e estadual de resíduos sólidos nos municípios consorciados, com ênfase na gestão integrada.

Os trabalhos a serem realizados incluem o planejamento e realização de encontro técnico sobre os instrumentos de planejamento e gestão, avanços na logística reversa e a discussão sobre a possibilidade de implementação de um projeto piloto na região, coordenado pelo GT (Grupo de Trabalho) Resíduos Sólidos do Consórcio.

Também está prevista, por meio da Escola de Governo e Desenvolvimento Regional do Consórcio, a capacitação de técnicos, gestores e sociedade civil das sete cidades com foco na educação e comunicação ambiental. O plano de trabalho prevê ainda a participação do GT Resíduos Sólidos no processo de elaboração do plano regional de resíduos dos municípios da bacia hidrográfica do Alto Tietê.

O presidente do Consórcio e prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), destacou a importância da implementação das ações em benefício da sustentabilidade da região.

“A questão dos resíduos sólidos orgânicos é de fundamental importância para o Grande ABC. É imprescindível avançarmos nesse segmento tanto nas iniciativas do poder público quanto em educação ambiental, gerando comprometimento da população nas ações de saneamento e saúde”, afirmou Paulo Serra.

O coordenador executivo do Ciris (Comitê de Integração de Resíduos Sólidos), José Valverde, ressaltou que o governo do Estado estabeleceu o foco na regionalização e nas novas rotas tecnológicas para promover avanços na agenda de resíduos sólidos. “Nesse sentido, a orientação do secretário estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente de São Paulo, Marcos Penido, é que o Comitê de Integração de Resíduos Sólidos intensifique as ações integradas com os consórcios intermunicipais para promover e fortalecer as soluções consorciadas, conforme determina a Política Nacional de Resíduos Sólidos,” avaliou Valverde.<EM>

Secretário executivo do Consórcio, Acácio Miranda explicou que as atividades devem ter início no ainda no primeiro semestre de 2021.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Em parceria com Estado, Consórcio avalia
projeto regional de logística reversa

Ações serão desenvolvidas com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente

Do Dgabc.com.br

23/04/2021 | 00:01


O Consórcio Intermunicipal do Grande ABC e o governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente, definiram plano de trabalho destinado ao desenvolvimento de cooperação técnica para a gestão e gerenciamento de resíduos sólidos. Entre as medidas está a implementação de projeto regional de logística reversa. A iniciativa é parte do protocolo de intenções firmado em 2020 entre a entidade regional e a pasta estadual.

Por meio do acordo, as duas partes vão cooperar tecnicamente e conjugar esforços, incluindo compartilhamento de experiências e desenvolvimento de ações estruturantes, com o objetivo de implementar as políticas nacional e estadual de resíduos sólidos nos municípios consorciados, com ênfase na gestão integrada.

Os trabalhos a serem realizados incluem o planejamento e realização de encontro técnico sobre os instrumentos de planejamento e gestão, avanços na logística reversa e a discussão sobre a possibilidade de implementação de um projeto piloto na região, coordenado pelo GT (Grupo de Trabalho) Resíduos Sólidos do Consórcio.

Também está prevista, por meio da Escola de Governo e Desenvolvimento Regional do Consórcio, a capacitação de técnicos, gestores e sociedade civil das sete cidades com foco na educação e comunicação ambiental. O plano de trabalho prevê ainda a participação do GT Resíduos Sólidos no processo de elaboração do plano regional de resíduos dos municípios da bacia hidrográfica do Alto Tietê.

O presidente do Consórcio e prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), destacou a importância da implementação das ações em benefício da sustentabilidade da região.

“A questão dos resíduos sólidos orgânicos é de fundamental importância para o Grande ABC. É imprescindível avançarmos nesse segmento tanto nas iniciativas do poder público quanto em educação ambiental, gerando comprometimento da população nas ações de saneamento e saúde”, afirmou Paulo Serra.

O coordenador executivo do Ciris (Comitê de Integração de Resíduos Sólidos), José Valverde, ressaltou que o governo do Estado estabeleceu o foco na regionalização e nas novas rotas tecnológicas para promover avanços na agenda de resíduos sólidos. “Nesse sentido, a orientação do secretário estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente de São Paulo, Marcos Penido, é que o Comitê de Integração de Resíduos Sólidos intensifique as ações integradas com os consórcios intermunicipais para promover e fortalecer as soluções consorciadas, conforme determina a Política Nacional de Resíduos Sólidos,” avaliou Valverde.<EM>

Secretário executivo do Consórcio, Acácio Miranda explicou que as atividades devem ter início no ainda no primeiro semestre de 2021.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;