Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Na Cúpula do Clima, Biden fala em 'progresso de discussão'



22/04/2021 | 11:14


O presidente americano, Joe Biden, precisou deixar a Cúpula do Clima, iniciada às 9h desta quinta-feira de Brasília, "por alguns minutos". "Peço desculpas por precisar sair. Retorno logo. Mas, para encorajar o início, tenho a sensação de que realmente estamos começando a ver progressos reais", afirmou o líder da Casa Branca, logo antes do discurso do presidente da Argentina, Alberto Fernández. A Cúpula, convocada pela Casa Branca, acontece entre hoje e amanhã.

Antes de Biden anunciar sua saída temporária, o primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, falou em nome da presidência rotativa do G-20, hoje nas mãos de seu país. "Temos responsabilidade especial com o Acordo de Paris. Precisamos agir agora para não nos arrependermos depois", declarou.

Em seu discurso, o presidente da Argentina, Alberto Fernández, afirmou que deseja 30% da rede de energia do país com fontes renováveis, mas não especificou prazo para essa meta. "Faremos uma adaptação muito profunda e medidas para erradicar o desmatamento e isso será classificado como crime", acrescentou, durante sua fala na Cúpula do Clima.

Fernández reforçou o compromisso da Argentina com termos assinados no Acordo de Paris, mas pediu ajuda dos países desenvolvidos para a efetivação dos objetivos. "Precisamos de empréstimos em condições favoráveis de bancos bilaterais e multilaterais", disse o presidente argentino.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Na Cúpula do Clima, Biden fala em 'progresso de discussão'


22/04/2021 | 11:14


O presidente americano, Joe Biden, precisou deixar a Cúpula do Clima, iniciada às 9h desta quinta-feira de Brasília, "por alguns minutos". "Peço desculpas por precisar sair. Retorno logo. Mas, para encorajar o início, tenho a sensação de que realmente estamos começando a ver progressos reais", afirmou o líder da Casa Branca, logo antes do discurso do presidente da Argentina, Alberto Fernández. A Cúpula, convocada pela Casa Branca, acontece entre hoje e amanhã.

Antes de Biden anunciar sua saída temporária, o primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, falou em nome da presidência rotativa do G-20, hoje nas mãos de seu país. "Temos responsabilidade especial com o Acordo de Paris. Precisamos agir agora para não nos arrependermos depois", declarou.

Em seu discurso, o presidente da Argentina, Alberto Fernández, afirmou que deseja 30% da rede de energia do país com fontes renováveis, mas não especificou prazo para essa meta. "Faremos uma adaptação muito profunda e medidas para erradicar o desmatamento e isso será classificado como crime", acrescentou, durante sua fala na Cúpula do Clima.

Fernández reforçou o compromisso da Argentina com termos assinados no Acordo de Paris, mas pediu ajuda dos países desenvolvidos para a efetivação dos objetivos. "Precisamos de empréstimos em condições favoráveis de bancos bilaterais e multilaterais", disse o presidente argentino.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;