Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 14 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Bolsas de NY fecham em alta com foco em retomada econômica, apesar de cautela



21/04/2021 | 17:28


As bolsas de Nova York fecharam em alta nesta quarta-feira, 21, depois de terem começado o pregão sem direção única. Durante a primeira parte do dia, predominou a cautela com a piora da pandemia de covid-19 em alguns países, como Índia e Japão. No entanto, os índices acionários firmaram alta à tarde, quando o foco do mercado mudou para os sinais de retomada econômica nos Estados Unidos. Os investidores também continuaram acompanhando a temporada de balanços corporativos.

Após duas sessões de realização de lucros, o Dow Jones avançou 0,93%, a 34.137,31 pontos, o S&P 500 também subiu 0,93%, a 4.173,42 pontos, e o Nasdaq registrou alta de 1,19%, a 13.950,22 pontos.

Com a redução da cautela nos mercados internacionais, ações de empresas dos setores que foram mais impactados pela aversão a risco do começo da semana registraram ganhos. O papel da American Airlines subiu 3,14%, depois de ter recuado 5,48% ontem, e o da Delta Airlines avançou 2,81%, após uma queda de 3,68% na sessão anterior.

"Uma semana tranquila de dados e eventos resultou até agora em uma semana tranquila para os mercados", afirmam analistas do banco americano Citi. Os investidores, contudo, continuaram de olho nas divulgações de balanços. A ação da Verizon, que divulgou o resultado do primeiro trimestre hoje, recuou 0,43%.

O papel da Netflix, por sua vez, registrou perda de 7,40%. A plataforma de streaming informou ontem que seu lucro líquido deu um salto de 140% no primeiro trimestre do ano, na comparação anual. No entanto, o número de novos usuários decepcionou. Globalmente, a empresa ganhou 3,98 milhões de novos assinantes líquidos entre janeiro e março deste ano, mas a previsão era de que registrasse 6,3 milhões de novos clientes, de acordo com o analista chefe de mercado da CMC Markets, Michael Hewson.

A ação da Whirlpool, que divulga o balanço hoje após o fechamento do mercado em Nova York, recuou 0,80%.

Apesar da redução da cautela, os riscos da pandemia de covid-19 para a recuperação econômica continuam no radar. De acordo com a imprensa local da Índia, o país registrou nas últimas 24 horas o recorde de 2.023 mortes pela doença.

Nos EUA, apesar da alta recente no número de novos casos de infecção por coronavírus, a vacinação tem avançado. O presidente americano, Joe Biden, anunciou hoje que o país aplicou 200 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 nos 100 primeiros dias de seu governo.

Biden lembrou que a meta inicial, de aplicar 100 milhões de doses do imunizante contra o coronavírus, foi alcançada 58 dias após sua posse como presidente, o que permitiu dobrar a aposta. "Conseguimos", comemorou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bolsas de NY fecham em alta com foco em retomada econômica, apesar de cautela


21/04/2021 | 17:28


As bolsas de Nova York fecharam em alta nesta quarta-feira, 21, depois de terem começado o pregão sem direção única. Durante a primeira parte do dia, predominou a cautela com a piora da pandemia de covid-19 em alguns países, como Índia e Japão. No entanto, os índices acionários firmaram alta à tarde, quando o foco do mercado mudou para os sinais de retomada econômica nos Estados Unidos. Os investidores também continuaram acompanhando a temporada de balanços corporativos.

Após duas sessões de realização de lucros, o Dow Jones avançou 0,93%, a 34.137,31 pontos, o S&P 500 também subiu 0,93%, a 4.173,42 pontos, e o Nasdaq registrou alta de 1,19%, a 13.950,22 pontos.

Com a redução da cautela nos mercados internacionais, ações de empresas dos setores que foram mais impactados pela aversão a risco do começo da semana registraram ganhos. O papel da American Airlines subiu 3,14%, depois de ter recuado 5,48% ontem, e o da Delta Airlines avançou 2,81%, após uma queda de 3,68% na sessão anterior.

"Uma semana tranquila de dados e eventos resultou até agora em uma semana tranquila para os mercados", afirmam analistas do banco americano Citi. Os investidores, contudo, continuaram de olho nas divulgações de balanços. A ação da Verizon, que divulgou o resultado do primeiro trimestre hoje, recuou 0,43%.

O papel da Netflix, por sua vez, registrou perda de 7,40%. A plataforma de streaming informou ontem que seu lucro líquido deu um salto de 140% no primeiro trimestre do ano, na comparação anual. No entanto, o número de novos usuários decepcionou. Globalmente, a empresa ganhou 3,98 milhões de novos assinantes líquidos entre janeiro e março deste ano, mas a previsão era de que registrasse 6,3 milhões de novos clientes, de acordo com o analista chefe de mercado da CMC Markets, Michael Hewson.

A ação da Whirlpool, que divulga o balanço hoje após o fechamento do mercado em Nova York, recuou 0,80%.

Apesar da redução da cautela, os riscos da pandemia de covid-19 para a recuperação econômica continuam no radar. De acordo com a imprensa local da Índia, o país registrou nas últimas 24 horas o recorde de 2.023 mortes pela doença.

Nos EUA, apesar da alta recente no número de novos casos de infecção por coronavírus, a vacinação tem avançado. O presidente americano, Joe Biden, anunciou hoje que o país aplicou 200 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 nos 100 primeiros dias de seu governo.

Biden lembrou que a meta inicial, de aplicar 100 milhões de doses do imunizante contra o coronavírus, foi alcançada 58 dias após sua posse como presidente, o que permitiu dobrar a aposta. "Conseguimos", comemorou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;