Fechar
Publicidade

Sábado, 15 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santo André perde do Novorizontino e chega a quatro jogos sem vencer

Ainda assim, Ramalhão segue na zona de classificação como vice-líder do Grupo A


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

20/04/2021 | 21:51


Com poucos lampejos de superioridade e apresentando grande falta de repertório ofensivo, o Santo André perdeu pela segunda vez no Campeonato Paulista. Na noite desta terça-feira, 20, o Ramalhão visitou o Novorizontino, em Novo Horizonte, e acabou derrotado por 2 a 0, resultado que impôs o quarto jogo seguido sem vitória da equipe do Grande ABC. Por outro lado, os andreenses permanecem na zona de classificação do Grupo A, ao ocupar a vice-liderança da chave, com seis pontos.

Depois de uma primeira etapa sem grandes oportunidades para nenhum dos lados, os gols ficaram para o segundo tempo. Logo no primeiro minuto, após cobrança de falta, a bola sobrou para Bruno Aguiar, que serviu na medida para Felipe Rodrigues invadir a área com liberdade e bater na saída do goleiro Fernando Henrique.

A resposta ramalhina veio no minuto seguinte, com Gegê, jogador mais lúcido do Santo André na partida. Ele finalizou da entrada da área e Giovanni espalmou. Aos quatro, Marino cabeceou por cima e o gol andreense parecia estar perto de sair. Mas logo veio a ducha de água fria. Aos sete, Rodrigo tocou com a mão na bola dentro da área: pênalti assinalado e convertido por Janison: 2 a 0.

O Novorizontino chegou a dar a posse de bola para o Santo André, mas era mais perigoso. Tanto que, não fosse Fernando Henrique, o Ramalhão teria sido goleado. Aos 22, Douglas Baggio exigiu grande intervenção do goleiro. Aos 25, novamente o arqueiro salvou em finalização de Felipe Rodrigues. Aos 35, na melhor chance ramalhina, Minho pegou de voleio e obrigou milagre de Giovanni. Praticamente na sequência, porém, Fernando Henrique foi de novo exigido por Douglas Baggio.

O Santo André imprimiu uma pressão no fim, insuficiente. Assim, os 2 a 0 persistiram. "A cobrança está muito grande. Já fizemos três jogos dentro de casa e não conseguimos a vitória. Demos dois vacilos no começo do segundo tempo e a equipe deles soube aproveitar. A gente fica triste, mas agora é descansar para a sequência de jogos", disse ao SporTV o zagueiro Rodrigo logo após o apito final. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santo André perde do Novorizontino e chega a quatro jogos sem vencer

Ainda assim, Ramalhão segue na zona de classificação como vice-líder do Grupo A

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

20/04/2021 | 21:51


Com poucos lampejos de superioridade e apresentando grande falta de repertório ofensivo, o Santo André perdeu pela segunda vez no Campeonato Paulista. Na noite desta terça-feira, 20, o Ramalhão visitou o Novorizontino, em Novo Horizonte, e acabou derrotado por 2 a 0, resultado que impôs o quarto jogo seguido sem vitória da equipe do Grande ABC. Por outro lado, os andreenses permanecem na zona de classificação do Grupo A, ao ocupar a vice-liderança da chave, com seis pontos.

Depois de uma primeira etapa sem grandes oportunidades para nenhum dos lados, os gols ficaram para o segundo tempo. Logo no primeiro minuto, após cobrança de falta, a bola sobrou para Bruno Aguiar, que serviu na medida para Felipe Rodrigues invadir a área com liberdade e bater na saída do goleiro Fernando Henrique.

A resposta ramalhina veio no minuto seguinte, com Gegê, jogador mais lúcido do Santo André na partida. Ele finalizou da entrada da área e Giovanni espalmou. Aos quatro, Marino cabeceou por cima e o gol andreense parecia estar perto de sair. Mas logo veio a ducha de água fria. Aos sete, Rodrigo tocou com a mão na bola dentro da área: pênalti assinalado e convertido por Janison: 2 a 0.

O Novorizontino chegou a dar a posse de bola para o Santo André, mas era mais perigoso. Tanto que, não fosse Fernando Henrique, o Ramalhão teria sido goleado. Aos 22, Douglas Baggio exigiu grande intervenção do goleiro. Aos 25, novamente o arqueiro salvou em finalização de Felipe Rodrigues. Aos 35, na melhor chance ramalhina, Minho pegou de voleio e obrigou milagre de Giovanni. Praticamente na sequência, porém, Fernando Henrique foi de novo exigido por Douglas Baggio.

O Santo André imprimiu uma pressão no fim, insuficiente. Assim, os 2 a 0 persistiram. "A cobrança está muito grande. Já fizemos três jogos dentro de casa e não conseguimos a vitória. Demos dois vacilos no começo do segundo tempo e a equipe deles soube aproveitar. A gente fica triste, mas agora é descansar para a sequência de jogos", disse ao SporTV o zagueiro Rodrigo logo após o apito final. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;