Fechar
Publicidade

Sábado, 15 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Orlando Morais emociona ao relembrar experiência em UTI por conta da Covid-19

Reprodução/Instragram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


20/04/2021 | 12:10


Orlando Morais passou por momentos difíceis ao ficar nove dias internado na UTI para tratar a Covid-19. Ele recebeu alta no dia 1º de abril, e ainda precisa de cuidados, como fisioterapia respiratória. Em entrevista ao Mais Você na manhã desta terça-feira, dia 20, o cantor falou que a presença da esposa, Glória Pires, foi essencial para sua recuperação, além de falar da experiência que teve na UTI.

- A gente não tem noção da dor e do afogamento que é. São 24 horas sem ar, é desesperador. Eu não sei exatamente onde eu peguei. Eu estava fazendo exames de 15 em 15 dias. Fui para Vitória [ele não estava em casa quando foi diagnosticado com a doença], fiz um exame e deu positivo, e eu fui para Brasília imediatamente para me tratar, porque minha família toda estava no Rio de Janeiro. Glória chegou depois para ficar comigo.

Além disso, Orlando também revelou que não queria ser internado de forma alguma:

- Do nono ao décimo dia eu comecei a ter febres muito altas. Mas eu não queria ser internado, eu tinha colocado na minha cabeça que não queria ser internado. Mas teve um dia que eu não conseguia mais ficar em casa sem tratamento especializado. E quando eu fui para o hospital eu fui direto para a UTI, porque já estava grave.

No tratamento intensivo, ele teve em Glória sua força para conseguir se recuperar:

- Na UTI eu fiquei com os olhos da Glória na cabeça 24 horas, porque é a pessoa que eu mais confio na vida. E eu não dormia (...) Me deu muito medo de perder tudo aquilo [da família], porque eu sabia que meus filhos não estavam preparados para aquilo, nem a minha mãe. Eu sempre fui uma pessoa muito forte, mas eu não estava aguentando mais. Naquele momento passa uma vida na sua cabeça.

Padrasto de Cleo, ele contou que também teve os filhos em mente para se recuperar e contou o que falou com a filha quando teve alta:

- A Cleo tem uma brincadeira comigo que ela diz: Você tem que me prometer que você nunca vai morrer. E depois que a gente se encontrou quando passou tudo isso ela fez eu renovar esse pacto.

Ela, aliás, mandou um recado emocionante ao pai:

- Obrigada por você ter lutado por ter ficado aqui com a gente, porque sem você eu não saberia o que fazer.

Que bom que deu tudo certo!



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Orlando Morais emociona ao relembrar experiência em UTI por conta da Covid-19


20/04/2021 | 12:10


Orlando Morais passou por momentos difíceis ao ficar nove dias internado na UTI para tratar a Covid-19. Ele recebeu alta no dia 1º de abril, e ainda precisa de cuidados, como fisioterapia respiratória. Em entrevista ao Mais Você na manhã desta terça-feira, dia 20, o cantor falou que a presença da esposa, Glória Pires, foi essencial para sua recuperação, além de falar da experiência que teve na UTI.

- A gente não tem noção da dor e do afogamento que é. São 24 horas sem ar, é desesperador. Eu não sei exatamente onde eu peguei. Eu estava fazendo exames de 15 em 15 dias. Fui para Vitória [ele não estava em casa quando foi diagnosticado com a doença], fiz um exame e deu positivo, e eu fui para Brasília imediatamente para me tratar, porque minha família toda estava no Rio de Janeiro. Glória chegou depois para ficar comigo.

Além disso, Orlando também revelou que não queria ser internado de forma alguma:

- Do nono ao décimo dia eu comecei a ter febres muito altas. Mas eu não queria ser internado, eu tinha colocado na minha cabeça que não queria ser internado. Mas teve um dia que eu não conseguia mais ficar em casa sem tratamento especializado. E quando eu fui para o hospital eu fui direto para a UTI, porque já estava grave.

No tratamento intensivo, ele teve em Glória sua força para conseguir se recuperar:

- Na UTI eu fiquei com os olhos da Glória na cabeça 24 horas, porque é a pessoa que eu mais confio na vida. E eu não dormia (...) Me deu muito medo de perder tudo aquilo [da família], porque eu sabia que meus filhos não estavam preparados para aquilo, nem a minha mãe. Eu sempre fui uma pessoa muito forte, mas eu não estava aguentando mais. Naquele momento passa uma vida na sua cabeça.

Padrasto de Cleo, ele contou que também teve os filhos em mente para se recuperar e contou o que falou com a filha quando teve alta:

- A Cleo tem uma brincadeira comigo que ela diz: Você tem que me prometer que você nunca vai morrer. E depois que a gente se encontrou quando passou tudo isso ela fez eu renovar esse pacto.

Ela, aliás, mandou um recado emocionante ao pai:

- Obrigada por você ter lutado por ter ficado aqui com a gente, porque sem você eu não saberia o que fazer.

Que bom que deu tudo certo!

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;