Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 5 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Com série de aéreos, Medina ganha etapa na Austrália; Tatiana Weston-Webb é vice

Reprodução Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

pós bater na trave em Pipeline, no Havaí, em dezembro do ano passado, e em Newcastle, na Austrália, há cerca de 10 dias, o bicampeão mundial conquistou nesta terça-feira o título da etapa de Narrabeen, também no mar australiano



20/04/2021 | 08:35


Em sua quarta final seguida de etapas do Circuito Mundial de Surfe, o brasileiro Gabriel Medina finalmente soltou o grito de campeão em 2021. Após bater na trave em Pipeline, no Havaí, em dezembro do ano passado, e em Newcastle, na Austrália, há cerca de 10 dias, o bicampeão mundial conquistou nesta terça-feira o título da etapa de Narrabeen, também no mar australiano.

Novo líder do Circuito Mundial desde a eliminação do compatriota Italo Ferreira nas oitavas de final, Medina enfileirou vitórias nesta terça-feira - foram três no total. Nas quartas, passou pelo australiano Morgan Cibilic e eliminou o português Frederico Morais até chegar à decisão. Na final ganhou do americano Conner Coffin por 18,77 a 14,10.

O maior show do dia foi justamente na decisão. Com dois aéreos, Medina ignorou qualquer chance de queda diante de Coffin. "Eu me sinto muito bem, ainda bem que as ondas apareceram na final", disse o brasileiro, que dedicou a vitória à mulher, Yasmin Brunet.

"É sensacional. Finalmente consegui surfar o que eu queria nas finais. Eu estive em algumas finais recentes, mas hoje (terça-feira) foi diferente. Eu me senti bem, me diverti e consegui as notas. A próxima etapa começa tudo do zero e eu sei que serei o alvo de todos novamente", comentou Medina após conquistar o título.

E por pouco o Brasil não teve uma dobradinha em Narrabeen. Entre as mulheres, Tatiana Weston-Webb perdeu na final para a americana Caroline Marks por 12,57 a 11,37 e ficou com o vice. O segundo lugar, porém, é o melhor resultado da brasileira na temporada. Antes, havia terminado em terceiro lugar em Pipeline e em nono em Newcastle. Agora vai tentar manter a boa forma em Margaret River, a partir do dia 2 de maio, na terceira das quatro etapas da perna australiana do Circuito Mundial.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Com série de aéreos, Medina ganha etapa na Austrália; Tatiana Weston-Webb é vice

pós bater na trave em Pipeline, no Havaí, em dezembro do ano passado, e em Newcastle, na Austrália, há cerca de 10 dias, o bicampeão mundial conquistou nesta terça-feira o título da etapa de Narrabeen, também no mar australiano


20/04/2021 | 08:35


Em sua quarta final seguida de etapas do Circuito Mundial de Surfe, o brasileiro Gabriel Medina finalmente soltou o grito de campeão em 2021. Após bater na trave em Pipeline, no Havaí, em dezembro do ano passado, e em Newcastle, na Austrália, há cerca de 10 dias, o bicampeão mundial conquistou nesta terça-feira o título da etapa de Narrabeen, também no mar australiano.

Novo líder do Circuito Mundial desde a eliminação do compatriota Italo Ferreira nas oitavas de final, Medina enfileirou vitórias nesta terça-feira - foram três no total. Nas quartas, passou pelo australiano Morgan Cibilic e eliminou o português Frederico Morais até chegar à decisão. Na final ganhou do americano Conner Coffin por 18,77 a 14,10.

O maior show do dia foi justamente na decisão. Com dois aéreos, Medina ignorou qualquer chance de queda diante de Coffin. "Eu me sinto muito bem, ainda bem que as ondas apareceram na final", disse o brasileiro, que dedicou a vitória à mulher, Yasmin Brunet.

"É sensacional. Finalmente consegui surfar o que eu queria nas finais. Eu estive em algumas finais recentes, mas hoje (terça-feira) foi diferente. Eu me senti bem, me diverti e consegui as notas. A próxima etapa começa tudo do zero e eu sei que serei o alvo de todos novamente", comentou Medina após conquistar o título.

E por pouco o Brasil não teve uma dobradinha em Narrabeen. Entre as mulheres, Tatiana Weston-Webb perdeu na final para a americana Caroline Marks por 12,57 a 11,37 e ficou com o vice. O segundo lugar, porém, é o melhor resultado da brasileira na temporada. Antes, havia terminado em terceiro lugar em Pipeline e em nono em Newcastle. Agora vai tentar manter a boa forma em Margaret River, a partir do dia 2 de maio, na terceira das quatro etapas da perna australiana do Circuito Mundial.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;