Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 12 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

São Caetano tem nova postura, mas só empata com o São Bento

Um ponto conquistado é pouco para ambição azulina; time segue na lanterna do Paulistão


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

20/04/2021 | 00:32


O São Caetano somou ontem à noite seu segundo ponto no Campeonato Paulista no empate por 1 a 1 com o São Bento, no Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba. Pouco para as necessidades do time do Grande ABC, que segue na lanterna da competição, mas, ao menos, a equipe mostrou outra postura, criando mais oportunidades e conseguindo balançar as redes. O resultado também foi ruim para os sorocabanos, que chegam a cinco e seguem próximos da zona do rebaixamento.
Em duelo direto da parte de baixo da tabela, o jogo foi o reencontro entre campeão e vice da Série A-2 de 2020 (na oportunidade, o São Caetano foi campeão). A partida marcou a estreia do técnico Paulinho McLaren no comando são-caetanense, com mudanças na escalação e no comportamento. O recém-chegado atacante Walter estreou e deu trabalho à zaga adversária na função de pivô. Mas quem entrou bem no time foi Emerson Lima, que por duas vezes levou muito perigo ao goleiro Luiz Daniel – na segunda, obrigou grande defesa do arqueiro. O Azulão ainda assustou em cabeçada de Caetano que passou perto.

Do outro lado, o São Bento era muito perigoso nas bolas paradas. Pouco depois de Luiz impedir gol olímpico de Daniel Costa, em nova cobrança de escanteio, Allan Dias se antecipou à marcação e cabeceou para as redes: 1 a 0.

A equipe azulina, entretanto, não se abateu e com ajuda do VAR alcançou a igualdade. Aos 38, em mais uma cobrança de escanteio, Daciel escorou de cabeça, Luiz Daniel fez grande defesa e o próprio zagueiro apareceu no rebote para empurrar; o arqueiro do São Bento ainda tentou salvar, mas a bola inteira atravessou a linha: 1 a 1.

Esperava-se que no segundo tempo o São Caetano partisse para cima, mas, logo aos oito minutos, Warian foi expulso após receber o segundo cartão amarelo e o Azulão colocou o pé no freio. Ainda assim, em novo tiro esquinado, Caetano obrigou Luiz Daniel a praticar um milagre. Do outro lado, Allan Dias e Geovane Itinga perderam gols incríveis. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Caetano tem nova postura, mas só empata com o São Bento

Um ponto conquistado é pouco para ambição azulina; time segue na lanterna do Paulistão

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

20/04/2021 | 00:32


O São Caetano somou ontem à noite seu segundo ponto no Campeonato Paulista no empate por 1 a 1 com o São Bento, no Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba. Pouco para as necessidades do time do Grande ABC, que segue na lanterna da competição, mas, ao menos, a equipe mostrou outra postura, criando mais oportunidades e conseguindo balançar as redes. O resultado também foi ruim para os sorocabanos, que chegam a cinco e seguem próximos da zona do rebaixamento.
Em duelo direto da parte de baixo da tabela, o jogo foi o reencontro entre campeão e vice da Série A-2 de 2020 (na oportunidade, o São Caetano foi campeão). A partida marcou a estreia do técnico Paulinho McLaren no comando são-caetanense, com mudanças na escalação e no comportamento. O recém-chegado atacante Walter estreou e deu trabalho à zaga adversária na função de pivô. Mas quem entrou bem no time foi Emerson Lima, que por duas vezes levou muito perigo ao goleiro Luiz Daniel – na segunda, obrigou grande defesa do arqueiro. O Azulão ainda assustou em cabeçada de Caetano que passou perto.

Do outro lado, o São Bento era muito perigoso nas bolas paradas. Pouco depois de Luiz impedir gol olímpico de Daniel Costa, em nova cobrança de escanteio, Allan Dias se antecipou à marcação e cabeceou para as redes: 1 a 0.

A equipe azulina, entretanto, não se abateu e com ajuda do VAR alcançou a igualdade. Aos 38, em mais uma cobrança de escanteio, Daciel escorou de cabeça, Luiz Daniel fez grande defesa e o próprio zagueiro apareceu no rebote para empurrar; o arqueiro do São Bento ainda tentou salvar, mas a bola inteira atravessou a linha: 1 a 1.

Esperava-se que no segundo tempo o São Caetano partisse para cima, mas, logo aos oito minutos, Warian foi expulso após receber o segundo cartão amarelo e o Azulão colocou o pé no freio. Ainda assim, em novo tiro esquinado, Caetano obrigou Luiz Daniel a praticar um milagre. Do outro lado, Allan Dias e Geovane Itinga perderam gols incríveis. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;