Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 12 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Obra no Cassaquera deixa 65 bairros de Sto.André sem água

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Interrupção começa hoje, às 18h, e a previsão é que o serviço seja restabelecido na quinta-feira, depois de remanejamento de ventosa


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

20/04/2021 | 00:01


Intervenção da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), que faz parte das obras do Complexo Viário Cassaquera, vai deixar mais da metade dos bairros de Santo André sem água das 18h de hoje até quinta-feira, quando está prevista a finalização do remanejamento de uma ventosa que fica no Córrego Cassaquera, adequando-a ao novo sistema viário que está sendo construído na Avenida Luiz Ignácio de Anhaia Melo.

Para que serviço seja executado será preciso fechar temporariamente o fornecimento de água na adutora Camilópolis, que abastece os reservatórios Progresso, Vila Suíça, Vila Vitória e Miguel Ângelo.

De acordo com a Prefeitura, 65 dos 112 bairros da cidade podem ter intermitência no abastecimento: Bangu, Casa Branca, Cata Preta, Centreville, Centro, Cidade São Jorge, Condomínio Maracanã, Jardim Santo André, Jardim Aclimação, Jardim Alvorada, Jardim Cipreste, Jardim do Estádio, Jardim Europa, Jardim Guarará, Jardim Guilhermina, Jardim Ipanema, Jardim Irene, Jardim Las Vegas, Jardim Marek, Jardim Milena, Jardim Mirante, Jardim Santa Cristina, Jardim Santo André, Jardim Santo Antônio de Pádua, Jardim Silvana, Jardim Stetel, Jardim Telles de Menezes, Jardim Vila Rica, Parque Gerassi, Parque Jaçatuba, Parque Marajoara, Parque Miami, Recreio da Borda do Campo, Santa Teresinha, Sítio Cassaquera, Sítio dos Vianas, Tamanduateí (2, 5 e 6), Vila América, Vila Cecília Maria, Vila Curuçá, Vila Guaraciaba, Vila Guarani, Vila Guarará, Vila Helena, Vila Homero Thon, Vila Humaitá, Vila João Ramalho, Vila Junqueira, Vila Leopoldina, Vila Linda, Vila Lutécia, Vila Luzita, Vila Marina, Vila Mazzei, Vila Pires, Vila Progresso, Vila Rica, Vila São Pedro, Vila Silvestre, Vila Suíça, Vila Tibiriçá, Vila Vilma e Vila Vitória.

De acordo com a Prefeitura, as obras do Complexo Viário Cassaquera chegaram a 50% de conclusão e contemplam também a canalização do Córrego Cassaquera, além da pavimentação de trecho da Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Melo. “Mais um importante projeto que estamos tirando do papel. As obras trazem melhorias imediatas na mobilidade urbana e no combate às enchentes, resolvendo problema histórico que afetava milhares de moradores”, afirmou o prefeito Paulo Serra (PSDB).

Outros benefícios das intervenções têm como objetivo melhorar o escoamento da água para reduzir a possibilidade de enchentes, otimizar o sistema de mobilidade urbana e regularizar a coleta e o tratamento de esgoto no trecho de 1,7 quilômetro de canalização do córrego.

A pedido do Semasa, a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) implantou coletores-tronco e realizou a interligação de ramais e de redes, permitindo a coleta e o tratamento de 100% dos efluentes. A obra tem investimento de US$ 40 milhões (R$ 220 milhões), com recursos financiados pela CAF (Corporação Andina de Fomento), por meio do Programa Sanear Santo André. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Obra no Cassaquera deixa 65 bairros de Sto.André sem água

Interrupção começa hoje, às 18h, e a previsão é que o serviço seja restabelecido na quinta-feira, depois de remanejamento de ventosa

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

20/04/2021 | 00:01


Intervenção da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), que faz parte das obras do Complexo Viário Cassaquera, vai deixar mais da metade dos bairros de Santo André sem água das 18h de hoje até quinta-feira, quando está prevista a finalização do remanejamento de uma ventosa que fica no Córrego Cassaquera, adequando-a ao novo sistema viário que está sendo construído na Avenida Luiz Ignácio de Anhaia Melo.

Para que serviço seja executado será preciso fechar temporariamente o fornecimento de água na adutora Camilópolis, que abastece os reservatórios Progresso, Vila Suíça, Vila Vitória e Miguel Ângelo.

De acordo com a Prefeitura, 65 dos 112 bairros da cidade podem ter intermitência no abastecimento: Bangu, Casa Branca, Cata Preta, Centreville, Centro, Cidade São Jorge, Condomínio Maracanã, Jardim Santo André, Jardim Aclimação, Jardim Alvorada, Jardim Cipreste, Jardim do Estádio, Jardim Europa, Jardim Guarará, Jardim Guilhermina, Jardim Ipanema, Jardim Irene, Jardim Las Vegas, Jardim Marek, Jardim Milena, Jardim Mirante, Jardim Santa Cristina, Jardim Santo André, Jardim Santo Antônio de Pádua, Jardim Silvana, Jardim Stetel, Jardim Telles de Menezes, Jardim Vila Rica, Parque Gerassi, Parque Jaçatuba, Parque Marajoara, Parque Miami, Recreio da Borda do Campo, Santa Teresinha, Sítio Cassaquera, Sítio dos Vianas, Tamanduateí (2, 5 e 6), Vila América, Vila Cecília Maria, Vila Curuçá, Vila Guaraciaba, Vila Guarani, Vila Guarará, Vila Helena, Vila Homero Thon, Vila Humaitá, Vila João Ramalho, Vila Junqueira, Vila Leopoldina, Vila Linda, Vila Lutécia, Vila Luzita, Vila Marina, Vila Mazzei, Vila Pires, Vila Progresso, Vila Rica, Vila São Pedro, Vila Silvestre, Vila Suíça, Vila Tibiriçá, Vila Vilma e Vila Vitória.

De acordo com a Prefeitura, as obras do Complexo Viário Cassaquera chegaram a 50% de conclusão e contemplam também a canalização do Córrego Cassaquera, além da pavimentação de trecho da Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Melo. “Mais um importante projeto que estamos tirando do papel. As obras trazem melhorias imediatas na mobilidade urbana e no combate às enchentes, resolvendo problema histórico que afetava milhares de moradores”, afirmou o prefeito Paulo Serra (PSDB).

Outros benefícios das intervenções têm como objetivo melhorar o escoamento da água para reduzir a possibilidade de enchentes, otimizar o sistema de mobilidade urbana e regularizar a coleta e o tratamento de esgoto no trecho de 1,7 quilômetro de canalização do córrego.

A pedido do Semasa, a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) implantou coletores-tronco e realizou a interligação de ramais e de redes, permitindo a coleta e o tratamento de 100% dos efluentes. A obra tem investimento de US$ 40 milhões (R$ 220 milhões), com recursos financiados pela CAF (Corporação Andina de Fomento), por meio do Programa Sanear Santo André. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;