Fechar
Publicidade

Sábado, 15 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Suely Franco revela situação financeira difícil durante a pandemia: Não consegui pagar o condomínio



18/04/2021 | 18:10


Suely Franco, como muitos outros artistas que dependem dos teatros, está sofrendo com os efeitos da longa pandemia causada pelo novo coronavírus. A atriz chegou a sair do apartamento onde morava por não conseguir pagar as despesas.

Com mais de 30 novelas na Rede Globo, a artista de 81 anos de idade não tem mais contrato fixo com a emissora, como vários outros profissionais veteranos da empresa. E, com o fechamento das casas de espetáculos, ela passou por problemas financeiros.

No relato feito à coluna de Ancelmo Gois, no jornal O Globo, Suely conta que está vivendo de economias:

Tenho problemas no joelho e precisei sair da minha casa por conta das escadas. Aluguei um apartamento no Catete [no Rio de Janeiro], porém, tive de retornar ao antigo endereço por não conseguir pagar o condomínio. Apesar de ter participado de duas leituras on-line de um espetáculo contemplado pela Lei Aldir Blanc, estou me mantendo graças a algumas economias de uma vida dedicada à arte.

A carioca ainda descreveu a saudade que sente de estar no palco:

O teatro representa a minha vida, meu coração, meus pulmões. Sem ele, não há vida, fica tudo muito difícil. Eu sinto falta do público, dos aplausos e dos companheiros das coxias. Ficar sem subir num palco é a morte em vida. Eu não sou contratada de nenhuma emissora e dependo do teatro para meu sustento.

Entretanto, a Marlene de A Dona do Pedaço não perde as esperanças:

Hoje, estou isolada, já tomei a primeira dose da vacina e aguardo a segunda dose em maio. Esperando dias melhores com a retomada das nossas atividades.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Suely Franco revela situação financeira difícil durante a pandemia: Não consegui pagar o condomínio


18/04/2021 | 18:10


Suely Franco, como muitos outros artistas que dependem dos teatros, está sofrendo com os efeitos da longa pandemia causada pelo novo coronavírus. A atriz chegou a sair do apartamento onde morava por não conseguir pagar as despesas.

Com mais de 30 novelas na Rede Globo, a artista de 81 anos de idade não tem mais contrato fixo com a emissora, como vários outros profissionais veteranos da empresa. E, com o fechamento das casas de espetáculos, ela passou por problemas financeiros.

No relato feito à coluna de Ancelmo Gois, no jornal O Globo, Suely conta que está vivendo de economias:

Tenho problemas no joelho e precisei sair da minha casa por conta das escadas. Aluguei um apartamento no Catete [no Rio de Janeiro], porém, tive de retornar ao antigo endereço por não conseguir pagar o condomínio. Apesar de ter participado de duas leituras on-line de um espetáculo contemplado pela Lei Aldir Blanc, estou me mantendo graças a algumas economias de uma vida dedicada à arte.

A carioca ainda descreveu a saudade que sente de estar no palco:

O teatro representa a minha vida, meu coração, meus pulmões. Sem ele, não há vida, fica tudo muito difícil. Eu sinto falta do público, dos aplausos e dos companheiros das coxias. Ficar sem subir num palco é a morte em vida. Eu não sou contratada de nenhuma emissora e dependo do teatro para meu sustento.

Entretanto, a Marlene de A Dona do Pedaço não perde as esperanças:

Hoje, estou isolada, já tomei a primeira dose da vacina e aguardo a segunda dose em maio. Esperando dias melhores com a retomada das nossas atividades.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;