Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 13 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Políticos da região lamentam morte de Felipe Magalhães, ex-prefeiturável de Ribeirão

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Com apenas 39 anos, petista faleceu neste sábado após sofrer infarto fulminante; professor deixou mulher e três filhos


Do Diário do Grande ABC

17/04/2021 | 17:07


Políticos do Grande ABC usaram as redes sociais para lamentar a morte do professor Felipe Magalhães, ex-candidato a prefeito de Ribeirão Pires pelo PT. Magalhães faleceu nesse sábado (17) após sofrer infarto fulminante. Presidente do PT de Ribeirão Pires, Antonio Carlos Pereira de Souza, o Carlão, declarou, emocionado, que faltam palavras para descrever o correligionário. “Quem conviveu sabe que ele é mais que um companheiro de partido. Um político, amigo, militante, professor, pai, esposo e filho exemplar”, afirmou.

Carlão lembrou que há uma semana, Magalhães passou uma noite da UPA, mas que aparentemente estava bem na última vez em que se falaram, por meio digital, durante reunião do partido realizada na última quarta-feira. “Um garoto, uma pessoa em ascensão politicamente, que a gente estava botando as fichas políticas e os sonhos do partido. Uma pessoa muito jovem, muito promissora, nos abrilhantava com a sua inteligência, perspicácia, nos ajudava muito nas questões que os mais jovens dominam, nas reuniões online nesse momento de pandemia”, pontuou. "A política, o debate político na região perde muito", concluiu.

Em sua conta no Facebook, o prefeito de Ribeirão, Clóvis Volpi (PT) declarou que recebeu com enorme tristeza a notícia do falecimento do companheiro e amigo Felipe Magalhães. “Jovem batalhador de Ribeirão Pires, ele foi candidato a prefeito nas últimas eleições. Agradeço muito o companheirismo dele e reconheço a importância da militância que ele exerceu em defesa das pessoas que mais precisam. Registro aqui meus mais sinceros sentimentos e carinho a familiares e a amigos”, escreveu.

Prefeito de Mauá, Marcelo Oliveira (PT) também usou o Facebook para se manifestar. “É com profundo pesar que recebo a notícia do falecimento do jovem professor, Felipe Magalhães com apenas 39 anos. Felipe contribuiu imensamente com Ribeirão Pires ao democratizar o debate de ideias de gestão pública através do grupo Pensar Ribeirão Pires. Peço a Deus que conforte o coração de seus pais, esposa e filhos neste momento de luto”, registrou.

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), afirmou que foi com tristeza que recebeu a notícia do falecimento de Felipe Magalhães, de forma tão precoce e repentina. "Que Deus conforte o coração de seus familiares neste momento de dor", declarou, por meio de nota.

O perfil oficial da Prefeitura de Rio Grande da Serra também publicou uma nota de pêsames. "A Prefeitura de Rio Grande da Serra, em nome de todos os servidores, lamenta profundamente o ocorrido, e deseja que os amigos e familiares de Felipe Magalhães tenham a força necessária neste momento tão difícil."

O Diário apurou que Magalhães deu entrada na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Santa Luzia, em Ribeirão, na manhã deste sábado, sentindo dor no peito. Atendido, sofreu uma parada cardíaca. A equipe que atendia Magalhães realizou todos os procedimentos buscando salvá-lo, mas ele não resistiu e morreu no equipamento de saúde. Felipe Magalhães era formado em Ciências Sociais, na Universidade de São Paulo, deixa a esposa e três filhos.

Por meio de nota, a Prefeitura de Ribeirão Pires confirmou a morte do petista. Segundo o documento, Felipe Magalhães chegou na UPA Santa Luzia por vota das 11h38, consciente e com dor precordial. Atendido, sofreu uma parada cardíaca e não resistiu, mesmo diante dos esforços da equipe médica. "Prestamos toda solidariedade à família nesse momento difícil", declarou a gestão.

Candidato
Em 2020, Felipe Magalhães foi candidato a prefeito pelo PT tendo Jacque Cipriany (PT) como candidata a vice-prefeita na chapa. O nome de Magalhães surgiu após imbróglio envolvendo o petismo da cidade. No pleito, Magalhães obteve 5.097 votos, ficando em terceiro lugar na disputa municipal. A eleição foi vencida pelo atual prefeito, Clóvis Volpi (PL). Internamente, o PT trabalhava o nome do petista como possível candidato a deputado na eleição do ano que vem. 

O partido realiza neste domingo (18) uma carreata silenciosa em homenagem ao ex-candidato. Com previsão de sair às 10 horas do Vale do Sol, os veículos vão seguir até o Cemitério Municipal São José. O velório e o sepultamento serão apenas para os familiares e amigos mais próximos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Políticos da região lamentam morte de Felipe Magalhães, ex-prefeiturável de Ribeirão

Com apenas 39 anos, petista faleceu neste sábado após sofrer infarto fulminante; professor deixou mulher e três filhos

Do Diário do Grande ABC

17/04/2021 | 17:07


Políticos do Grande ABC usaram as redes sociais para lamentar a morte do professor Felipe Magalhães, ex-candidato a prefeito de Ribeirão Pires pelo PT. Magalhães faleceu nesse sábado (17) após sofrer infarto fulminante. Presidente do PT de Ribeirão Pires, Antonio Carlos Pereira de Souza, o Carlão, declarou, emocionado, que faltam palavras para descrever o correligionário. “Quem conviveu sabe que ele é mais que um companheiro de partido. Um político, amigo, militante, professor, pai, esposo e filho exemplar”, afirmou.

Carlão lembrou que há uma semana, Magalhães passou uma noite da UPA, mas que aparentemente estava bem na última vez em que se falaram, por meio digital, durante reunião do partido realizada na última quarta-feira. “Um garoto, uma pessoa em ascensão politicamente, que a gente estava botando as fichas políticas e os sonhos do partido. Uma pessoa muito jovem, muito promissora, nos abrilhantava com a sua inteligência, perspicácia, nos ajudava muito nas questões que os mais jovens dominam, nas reuniões online nesse momento de pandemia”, pontuou. "A política, o debate político na região perde muito", concluiu.

Em sua conta no Facebook, o prefeito de Ribeirão, Clóvis Volpi (PT) declarou que recebeu com enorme tristeza a notícia do falecimento do companheiro e amigo Felipe Magalhães. “Jovem batalhador de Ribeirão Pires, ele foi candidato a prefeito nas últimas eleições. Agradeço muito o companheirismo dele e reconheço a importância da militância que ele exerceu em defesa das pessoas que mais precisam. Registro aqui meus mais sinceros sentimentos e carinho a familiares e a amigos”, escreveu.

Prefeito de Mauá, Marcelo Oliveira (PT) também usou o Facebook para se manifestar. “É com profundo pesar que recebo a notícia do falecimento do jovem professor, Felipe Magalhães com apenas 39 anos. Felipe contribuiu imensamente com Ribeirão Pires ao democratizar o debate de ideias de gestão pública através do grupo Pensar Ribeirão Pires. Peço a Deus que conforte o coração de seus pais, esposa e filhos neste momento de luto”, registrou.

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), afirmou que foi com tristeza que recebeu a notícia do falecimento de Felipe Magalhães, de forma tão precoce e repentina. "Que Deus conforte o coração de seus familiares neste momento de dor", declarou, por meio de nota.

O perfil oficial da Prefeitura de Rio Grande da Serra também publicou uma nota de pêsames. "A Prefeitura de Rio Grande da Serra, em nome de todos os servidores, lamenta profundamente o ocorrido, e deseja que os amigos e familiares de Felipe Magalhães tenham a força necessária neste momento tão difícil."

O Diário apurou que Magalhães deu entrada na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Santa Luzia, em Ribeirão, na manhã deste sábado, sentindo dor no peito. Atendido, sofreu uma parada cardíaca. A equipe que atendia Magalhães realizou todos os procedimentos buscando salvá-lo, mas ele não resistiu e morreu no equipamento de saúde. Felipe Magalhães era formado em Ciências Sociais, na Universidade de São Paulo, deixa a esposa e três filhos.

Por meio de nota, a Prefeitura de Ribeirão Pires confirmou a morte do petista. Segundo o documento, Felipe Magalhães chegou na UPA Santa Luzia por vota das 11h38, consciente e com dor precordial. Atendido, sofreu uma parada cardíaca e não resistiu, mesmo diante dos esforços da equipe médica. "Prestamos toda solidariedade à família nesse momento difícil", declarou a gestão.

Candidato
Em 2020, Felipe Magalhães foi candidato a prefeito pelo PT tendo Jacque Cipriany (PT) como candidata a vice-prefeita na chapa. O nome de Magalhães surgiu após imbróglio envolvendo o petismo da cidade. No pleito, Magalhães obteve 5.097 votos, ficando em terceiro lugar na disputa municipal. A eleição foi vencida pelo atual prefeito, Clóvis Volpi (PL). Internamente, o PT trabalhava o nome do petista como possível candidato a deputado na eleição do ano que vem. 

O partido realiza neste domingo (18) uma carreata silenciosa em homenagem ao ex-candidato. Com previsão de sair às 10 horas do Vale do Sol, os veículos vão seguir até o Cemitério Municipal São José. O velório e o sepultamento serão apenas para os familiares e amigos mais próximos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;