Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 17 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Rachel Sheherazade processa Silvio Santos e pede 30 milhões de reais em indenização



17/04/2021 | 13:11


Como você viu, Rachel Sheherazade foi demitida do SBT no ano passado. De acordo com vídeo gravado pela jornalista na ocasião, ela afirmou que recebeu um e-mail da emissora pedindo para que ela não comparecesse mais ao local de trabalho.

Agora, segundo informações divulgadas pelo jornal Extra, a apresentadora entrou com uma ação trabalhista na 3ª Vara do Trabalho de Osasco, Grande São Paulo, há aproximadamente um mês. Ela pede 30 milhões de reais em indenizações e direitos trabalhistas.

No SBT, Rachel recebia um salário de 200 mil reais, mais 30 mil reais de auxílio moradia, mensalmente. Apesar de ser contratada como pessoa jurídica, a jornalista alega que tinha obrigações como qualquer funcionário de carteira assinada, como plantões e horas extras.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Rachel Sheherazade processa Silvio Santos e pede 30 milhões de reais em indenização


17/04/2021 | 13:11


Como você viu, Rachel Sheherazade foi demitida do SBT no ano passado. De acordo com vídeo gravado pela jornalista na ocasião, ela afirmou que recebeu um e-mail da emissora pedindo para que ela não comparecesse mais ao local de trabalho.

Agora, segundo informações divulgadas pelo jornal Extra, a apresentadora entrou com uma ação trabalhista na 3ª Vara do Trabalho de Osasco, Grande São Paulo, há aproximadamente um mês. Ela pede 30 milhões de reais em indenizações e direitos trabalhistas.

No SBT, Rachel recebia um salário de 200 mil reais, mais 30 mil reais de auxílio moradia, mensalmente. Apesar de ser contratada como pessoa jurídica, a jornalista alega que tinha obrigações como qualquer funcionário de carteira assinada, como plantões e horas extras.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;