Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Volpi confirma Sergio Poloni como substituto de Maranhão

Divulgação/Poloni (no centro) assume no lugar de Gabriel Maranhão Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Ex-prefeito de Rio Grande deixou a pasta de Obras de Ribeirão alegando motivos pessoais


Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

15/04/2021 | 00:03


O prefeito de Ribeirão Pires, Clóvis Volpi (PL), deu posse ontem ao engenheiro civil Sergio Poloni dos Reis como novo secretário municipal de Obras, em substituição ao ex-prefeito de Rio Grande da Serra Gabriel Maranhão (Cidadania). A indicação do nome foi antecipada pelo Diário na segunda-feira.

Presidente da Associação de Engenheiros e Arquitetos de Ribeirão Pires, Poloni ocupa a vaga que pertenceu a Maranhão por três meses. O ex-chefe do Executivo entregou carta de demissão do cargo no começo da semana após desgaste no governo.

“De minha parte, posso garantir que não faltará comprometimento com a cidade”, afirmou o novo secretário, no ato da posse. A declaração foi encarada como alfinetada ao antecessor. Poloni estava acompanhado pelo prefeito e também pelo secretário de Governo, Ricardo Nardelli Júnior, o Nonô Nardelli.

Volpi destacou que o nome de Poloni surgiu como opção técnica para exercer a função. O chefe do Executivo frisou também que, por ser da cidade, o novo aliado tem conhecimento dos problemas de Ribeirão Pires. Maranhão estava morando na divisa da cidade, mas fez vida política na vizinha Rio Grande da Serra. “Escolhemos alguém que atente tecnicamente os nossos anseios. O Sergio é da cidade e conhece bem nossos problemas. Tenho certeza que ele vai nos ajudar a fazer um bom governo”, sustentou Volpi.

Poloni chega para comandar a pasta logo na sequência da saída de Maranhão, que alegou problemas pessoais para deixar a pasta e colecionou críticas nos últimos dias de estadia no Paço. Além de se desligar do governo, o ex-prefeito sustentou que se retiraria da vida política. Vítima de suposta tentativa de sequestro – a polícia ainda investiga o caso – no mês passado, ele foi atingido por um tiro de raspão na região do maxilar.

Ao Diário, Maranhão declarou que não é mais político, que não deseja ser candidato e que gostaria de permanecer desta forma. O episódio violento em que se envolveu pesou na decisão do ex-prefeito.

O político chefiou o Paço de Rio Grande em duas ocasiões, entre 2013 e 2020, e também presidiu o Consórcio Intermunicipal do Grande ABC.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Volpi confirma Sergio Poloni como substituto de Maranhão

Ex-prefeito de Rio Grande deixou a pasta de Obras de Ribeirão alegando motivos pessoais

Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

15/04/2021 | 00:03


O prefeito de Ribeirão Pires, Clóvis Volpi (PL), deu posse ontem ao engenheiro civil Sergio Poloni dos Reis como novo secretário municipal de Obras, em substituição ao ex-prefeito de Rio Grande da Serra Gabriel Maranhão (Cidadania). A indicação do nome foi antecipada pelo Diário na segunda-feira.

Presidente da Associação de Engenheiros e Arquitetos de Ribeirão Pires, Poloni ocupa a vaga que pertenceu a Maranhão por três meses. O ex-chefe do Executivo entregou carta de demissão do cargo no começo da semana após desgaste no governo.

“De minha parte, posso garantir que não faltará comprometimento com a cidade”, afirmou o novo secretário, no ato da posse. A declaração foi encarada como alfinetada ao antecessor. Poloni estava acompanhado pelo prefeito e também pelo secretário de Governo, Ricardo Nardelli Júnior, o Nonô Nardelli.

Volpi destacou que o nome de Poloni surgiu como opção técnica para exercer a função. O chefe do Executivo frisou também que, por ser da cidade, o novo aliado tem conhecimento dos problemas de Ribeirão Pires. Maranhão estava morando na divisa da cidade, mas fez vida política na vizinha Rio Grande da Serra. “Escolhemos alguém que atente tecnicamente os nossos anseios. O Sergio é da cidade e conhece bem nossos problemas. Tenho certeza que ele vai nos ajudar a fazer um bom governo”, sustentou Volpi.

Poloni chega para comandar a pasta logo na sequência da saída de Maranhão, que alegou problemas pessoais para deixar a pasta e colecionou críticas nos últimos dias de estadia no Paço. Além de se desligar do governo, o ex-prefeito sustentou que se retiraria da vida política. Vítima de suposta tentativa de sequestro – a polícia ainda investiga o caso – no mês passado, ele foi atingido por um tiro de raspão na região do maxilar.

Ao Diário, Maranhão declarou que não é mais político, que não deseja ser candidato e que gostaria de permanecer desta forma. O episódio violento em que se envolveu pesou na decisão do ex-prefeito.

O político chefiou o Paço de Rio Grande em duas ocasiões, entre 2013 e 2020, e também presidiu o Consórcio Intermunicipal do Grande ABC.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;