Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Ludmilla é intimada na Justiça para esclarecer detalhes de clipe gravado em comunidade no Rio de Janeiro



14/04/2021 | 15:11


Eita! Ludmilla está sendo intimada na Justiça. Segundo informações do colunista Ancelmo Gois, a juíza Admara Schneider, da 40ª Vara Cível do Rio de Janeiro mandou intimar a funkeira para que ela esclareça detalhes sobre o clipe de Rainha da Favela que foi gravado na comunidade da Rocinha.

No registro, aparece a imagem de uma senhora, chamada Maria das Neves, sem a autorização dela ou de seus familiares.

Maria das Neves pede a exclusão de sua imagem do vídeo sob pena de multa diária de cinco mil reais. Ela afirma que se sentiu ofendida, pois nem ela e nem sua família se coadunam com as mensagens do funk nem com o comportamento das mulheres participantes do videoclipe.

Lembrando que, além de Ludmilla, Tati Quebra Barraco e Valesca Popozuda também aparecem no vídeo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ludmilla é intimada na Justiça para esclarecer detalhes de clipe gravado em comunidade no Rio de Janeiro


14/04/2021 | 15:11


Eita! Ludmilla está sendo intimada na Justiça. Segundo informações do colunista Ancelmo Gois, a juíza Admara Schneider, da 40ª Vara Cível do Rio de Janeiro mandou intimar a funkeira para que ela esclareça detalhes sobre o clipe de Rainha da Favela que foi gravado na comunidade da Rocinha.

No registro, aparece a imagem de uma senhora, chamada Maria das Neves, sem a autorização dela ou de seus familiares.

Maria das Neves pede a exclusão de sua imagem do vídeo sob pena de multa diária de cinco mil reais. Ela afirma que se sentiu ofendida, pois nem ela e nem sua família se coadunam com as mensagens do funk nem com o comportamento das mulheres participantes do videoclipe.

Lembrando que, além de Ludmilla, Tati Quebra Barraco e Valesca Popozuda também aparecem no vídeo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;