Fechar
Publicidade

Sábado, 15 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Nova defesa de mãe de Henry Borel pedirá à polícia um novo depoimento



14/04/2021 | 13:40


A nova defesa de Monique Medeiros, mãe do menino Henry que está presa desde a semana passada, pedirá à Polícia Civil que colha um novo depoimento. A equipe, formada por quatro advogados, informou que irá na tarde desta quarta-feira, 14, à 16ª DP para conversar com o delegado que conduz as investigações.

Na segunda-feira, a babá de Henry, Thayná de Oliveira Ferreira, já havia prestado um novo depoimento à polícia em que admitiu ter mentido na primeira oitiva.

Laudo de necropsia feita pelo Instituto Médico Legal (IML) mostrou que o menino Henry, de 4 anos, sofreu 23 lesões na madrugada em que morreu.

Presos acusados pela morte, o vereador carioca Dr. Jairinho e a mãe do menino, Monique Medeiros, carregaram o corpo da criança já morta às 4h09 do dia 8 de março, conforme mostra imagem do elevador do prédio obtida pelos investigadores.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Nova defesa de mãe de Henry Borel pedirá à polícia um novo depoimento


14/04/2021 | 13:40


A nova defesa de Monique Medeiros, mãe do menino Henry que está presa desde a semana passada, pedirá à Polícia Civil que colha um novo depoimento. A equipe, formada por quatro advogados, informou que irá na tarde desta quarta-feira, 14, à 16ª DP para conversar com o delegado que conduz as investigações.

Na segunda-feira, a babá de Henry, Thayná de Oliveira Ferreira, já havia prestado um novo depoimento à polícia em que admitiu ter mentido na primeira oitiva.

Laudo de necropsia feita pelo Instituto Médico Legal (IML) mostrou que o menino Henry, de 4 anos, sofreu 23 lesões na madrugada em que morreu.

Presos acusados pela morte, o vereador carioca Dr. Jairinho e a mãe do menino, Monique Medeiros, carregaram o corpo da criança já morta às 4h09 do dia 8 de março, conforme mostra imagem do elevador do prédio obtida pelos investigadores.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;