Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 14 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Fiat confirma 10 dias de férias para 1,9 mil trabalhadores na fábrica de Betim



14/04/2021 | 11:26


A Fiat confirmou nesta quarta-feira, 14, que vai suspender parte da produção na fábrica de Betim (MG) em razão da irregularidade no abastecimento de peças. A montadora vai conceder dez dias de férias a 1,9 mil trabalhadores a partir de segunda-feira, 19.

O retorno está previsto para o dia 29. Será suspenso, assim, nesse período o segundo turno de produção de duas das três linhas do complexo industrial.

O total de trabalhadores que entrarão em férias é maior do que o número, de 800 a mil funcionários, indicado na semana passada ao sindicato da região.

A Fiat, montadora do grupo Stellantis, informa em nota que a medida se deve à necessidade de adaptar o ritmo de produção às condições atuais de volume e regularidade de fornecimento de componentes. "A empresa continua em contato e em negociação com seus fornecedores para normalizar os fluxos de suprimentos", comunicou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fiat confirma 10 dias de férias para 1,9 mil trabalhadores na fábrica de Betim


14/04/2021 | 11:26


A Fiat confirmou nesta quarta-feira, 14, que vai suspender parte da produção na fábrica de Betim (MG) em razão da irregularidade no abastecimento de peças. A montadora vai conceder dez dias de férias a 1,9 mil trabalhadores a partir de segunda-feira, 19.

O retorno está previsto para o dia 29. Será suspenso, assim, nesse período o segundo turno de produção de duas das três linhas do complexo industrial.

O total de trabalhadores que entrarão em férias é maior do que o número, de 800 a mil funcionários, indicado na semana passada ao sindicato da região.

A Fiat, montadora do grupo Stellantis, informa em nota que a medida se deve à necessidade de adaptar o ritmo de produção às condições atuais de volume e regularidade de fornecimento de componentes. "A empresa continua em contato e em negociação com seus fornecedores para normalizar os fluxos de suprimentos", comunicou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;