Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 14 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Dólar sobe em linha com exterior de olho em Treasuries e antes de CPI

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


13/04/2021 | 09:54


O dólar segue em alta no mercado à vista, precificando o persistente avanço dos juros dos Treasuries em meio a expectativas pelo dado de inflação ao consumidor dos EUA (9h30) e uma piora dos futuros das Bolsas de Nova York, após o FDA, agência reguladora de saúde dos Estados Unidos, recomendar a suspensão do uso da vacina da Johnson & Johnson em meio a relatos de casos de coágulos sanguíneos.

Já os contratos futuros de petróleo aceleraram o ritmo de ganhos, após a divulgação do relatório mensal da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), contribuindo para a desaceleração da alta do dólar frente mo real. O documento mostrou que o cartel elevou sua projeção de alta da demanda global pela commodity e, agora, prevê crescimento de 6 milhões de barris por dia (bpd), a 96,5 milhões de bpd. A organização manteve ainda sua previsão da oferta brasileira de petróleo em 2021 em 3,82 milhões de barris por dia (bpd), um aumento de 140 mil bpd em relação ao ano passado.

Os agentes financeiros locais mantêm cautela também com as contas públicas brasileiras em meio a expectativas pela instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da pandemia, para investigar ações e omissões do governo federal no combate à covid-19 no País.

Na segunda-feira, os juros futuros fecharam perto da estabilidade na sessão regular e com viés de alta na estendida, acompanhando a alta do dólar em meio à possibilidade de criação de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para renovar programas de combate aos efeitos da covid-19 via crédito extraordinário, sem ter de acionar o estado de calamidade. A minuta do texto permite um gasto de até R$ 18 bilhões em obras patrocinadas por parlamentares fora do teto de gastos - que limita o avanço das despesas à inflação - e de outras regras fiscais.

A leitura da criação da CPI da Pandemia no Senado fica no radar, após o presidente Jair Bolsonaro ter armado uma ofensiva para que governadores e prefeitos sejam incluídos nas investigações. Além disso, Bolsonaro também falou sobre a necessidade de se abrir o processo de impeachment contra membros do STF, o que ocorreu ontem.

O ministro Kassio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi sorteado relator de uma ação apresentada pelo senador Jorge Kajuru (GO) para obrigar o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), a abrir processo de impeachment contra o ministro do STF Alexandre de Moraes. O mandado de segurança foi protocolado nesta segunda-feira pelo parlamentar.

As vendas no varejo de fevereiro são monitoradas. Subiram 0,6% em fevereiro ante janeiro, na série com ajuste sazonal, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado veio dentro do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que esperavam desde uma queda de 2,00% a uma alta de 2,00%, com mediana positiva de 0,50%. Na comparação com fevereiro de 2020, sem ajuste sazonal, as vendas do varejo tiveram baixa de 3,8% em fevereiro de 2021. Nesse confronto, as projeções iam de uma queda de 6,00% a recuo de 1,90%, com mediana negativa de 3,90%. As vendas do varejo restrito acumularam recuo de 2,1% no ano e alta de 0,4% em 12 meses.

Às 9h24 desta terça-feira, o dólar à vista subia 0,31%, a R$ 5,7415, enquanto o dólar futuro para maio cedia 0,05%, a R$ 5,7450.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dólar sobe em linha com exterior de olho em Treasuries e antes de CPI


13/04/2021 | 09:54


O dólar segue em alta no mercado à vista, precificando o persistente avanço dos juros dos Treasuries em meio a expectativas pelo dado de inflação ao consumidor dos EUA (9h30) e uma piora dos futuros das Bolsas de Nova York, após o FDA, agência reguladora de saúde dos Estados Unidos, recomendar a suspensão do uso da vacina da Johnson & Johnson em meio a relatos de casos de coágulos sanguíneos.

Já os contratos futuros de petróleo aceleraram o ritmo de ganhos, após a divulgação do relatório mensal da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), contribuindo para a desaceleração da alta do dólar frente mo real. O documento mostrou que o cartel elevou sua projeção de alta da demanda global pela commodity e, agora, prevê crescimento de 6 milhões de barris por dia (bpd), a 96,5 milhões de bpd. A organização manteve ainda sua previsão da oferta brasileira de petróleo em 2021 em 3,82 milhões de barris por dia (bpd), um aumento de 140 mil bpd em relação ao ano passado.

Os agentes financeiros locais mantêm cautela também com as contas públicas brasileiras em meio a expectativas pela instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da pandemia, para investigar ações e omissões do governo federal no combate à covid-19 no País.

Na segunda-feira, os juros futuros fecharam perto da estabilidade na sessão regular e com viés de alta na estendida, acompanhando a alta do dólar em meio à possibilidade de criação de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para renovar programas de combate aos efeitos da covid-19 via crédito extraordinário, sem ter de acionar o estado de calamidade. A minuta do texto permite um gasto de até R$ 18 bilhões em obras patrocinadas por parlamentares fora do teto de gastos - que limita o avanço das despesas à inflação - e de outras regras fiscais.

A leitura da criação da CPI da Pandemia no Senado fica no radar, após o presidente Jair Bolsonaro ter armado uma ofensiva para que governadores e prefeitos sejam incluídos nas investigações. Além disso, Bolsonaro também falou sobre a necessidade de se abrir o processo de impeachment contra membros do STF, o que ocorreu ontem.

O ministro Kassio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi sorteado relator de uma ação apresentada pelo senador Jorge Kajuru (GO) para obrigar o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), a abrir processo de impeachment contra o ministro do STF Alexandre de Moraes. O mandado de segurança foi protocolado nesta segunda-feira pelo parlamentar.

As vendas no varejo de fevereiro são monitoradas. Subiram 0,6% em fevereiro ante janeiro, na série com ajuste sazonal, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado veio dentro do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que esperavam desde uma queda de 2,00% a uma alta de 2,00%, com mediana positiva de 0,50%. Na comparação com fevereiro de 2020, sem ajuste sazonal, as vendas do varejo tiveram baixa de 3,8% em fevereiro de 2021. Nesse confronto, as projeções iam de uma queda de 6,00% a recuo de 1,90%, com mediana negativa de 3,90%. As vendas do varejo restrito acumularam recuo de 2,1% no ano e alta de 0,4% em 12 meses.

Às 9h24 desta terça-feira, o dólar à vista subia 0,31%, a R$ 5,7415, enquanto o dólar futuro para maio cedia 0,05%, a R$ 5,7450.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;