Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Força da articulação


Do Diário do Grande ABC

12/04/2021 | 23:59


A mobilização de autoridades e políticos de várias legendas em torno de uma causa única começa a surtir efeito. Um mês depois de a Prefeitura de Diadema ser comunicada de que o IML (Instituto Médico-Legal) teria as atividades encerradas no município, a situação começa a dar sinais de mudança. Tanto que ontem, após reunião entre o prefeito José de Filippi Júnior, o secretário estadual de Segurança Pública, João Camilo Pires de Campos, o presidente da Câmara da cidade, Josa Queiroz, o responsável pela pasta municipal de Defesa Social, Benedito Mariano, e os deputados estaduais Márcio da Farmácia e Carla Morando, ocorreu indicação de que o governo estadual desistirá da desativação do equipamento.

Nestes pouco mais de 30 dias desde que o caso veio à tona nas páginas deste Diário, muita coisa aconteceu. Sob a alegação de que pretendia realizar a ‘otimização de recursos’, o Estado deu início à polêmica tentativa de mudança para São Bernardo. O município respondeu com a promessa de reforma do espaço e, em curto período, encontrar novo endereço para o IML. Em meio às tratativas, o governo paulista se adiantou e começou a retirar os equipamentos do prédio montado dentro do cemitério.

Houve protesto. Políticos que já vinham se manifestando publicamente sobre o caso acirraram ainda mais os ânimos. Os parlamentares estaduais Thiago Auricchio e Teonilio Barba e o federal Alexandre Leite também abraçaram a questão.

Após o encontro de ontem, o Estado não confirmou oficialmente a mudança de planos, mas o IML segue funcionando. Além disso, uma nova conversa, agora com técnicos das duas partes, ficou agendada para amanhã. Segundo a administração diademense, para avaliar as adaptações que precisam ser feitas com urgência na edificação até que um novo ponto, mais adequado, seja localizado.

A união de forças fez a diferença. Que seja sempre assim, com os representantes do povo lutando juntos, independentemente de siglas ou convicções partidárias, pelo bem comum. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Força da articulação

Do Diário do Grande ABC

12/04/2021 | 23:59


A mobilização de autoridades e políticos de várias legendas em torno de uma causa única começa a surtir efeito. Um mês depois de a Prefeitura de Diadema ser comunicada de que o IML (Instituto Médico-Legal) teria as atividades encerradas no município, a situação começa a dar sinais de mudança. Tanto que ontem, após reunião entre o prefeito José de Filippi Júnior, o secretário estadual de Segurança Pública, João Camilo Pires de Campos, o presidente da Câmara da cidade, Josa Queiroz, o responsável pela pasta municipal de Defesa Social, Benedito Mariano, e os deputados estaduais Márcio da Farmácia e Carla Morando, ocorreu indicação de que o governo estadual desistirá da desativação do equipamento.

Nestes pouco mais de 30 dias desde que o caso veio à tona nas páginas deste Diário, muita coisa aconteceu. Sob a alegação de que pretendia realizar a ‘otimização de recursos’, o Estado deu início à polêmica tentativa de mudança para São Bernardo. O município respondeu com a promessa de reforma do espaço e, em curto período, encontrar novo endereço para o IML. Em meio às tratativas, o governo paulista se adiantou e começou a retirar os equipamentos do prédio montado dentro do cemitério.

Houve protesto. Políticos que já vinham se manifestando publicamente sobre o caso acirraram ainda mais os ânimos. Os parlamentares estaduais Thiago Auricchio e Teonilio Barba e o federal Alexandre Leite também abraçaram a questão.

Após o encontro de ontem, o Estado não confirmou oficialmente a mudança de planos, mas o IML segue funcionando. Além disso, uma nova conversa, agora com técnicos das duas partes, ficou agendada para amanhã. Segundo a administração diademense, para avaliar as adaptações que precisam ser feitas com urgência na edificação até que um novo ponto, mais adequado, seja localizado.

A união de forças fez a diferença. Que seja sempre assim, com os representantes do povo lutando juntos, independentemente de siglas ou convicções partidárias, pelo bem comum. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;