Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 17 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Campanha vai distribuir 1.500 ovos de chocolate em comunidades carentes

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Grupo ainda precisa arrecadar valores para compra de 700 unidades; doações podem ser feitas até dia 17 de abril


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

12/04/2021 | 15:07


Se a pandemia de Covid-19 mudou a nossa rotina de estudos e trabalho e bagunçou o calendário, que mal há em presentear crianças carentes com ovos de chocolate alguns dias depois da Páscoa? É com a missão de atender 1.520 pequenos moradores em nove comunidades carentes de Santo André que o grupo Filantropando está realizando campanha de arrecadação até o próximo sábado, dia 17 de abril.

O grupo, que reúne 17 amigos, se formou em agosto do ano passado, com o objetivo de ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social com doações de alimentos, roupas e brinquedos. Também já foi organizada campanha de doação de sangue. O economista Guilherme Rocha Luz, 21 anos, é um dos idealizadores da ação e relata que inicialmente, seriam atendidas apenas 700 crianças, mas que os pedidos de ajuda não paravam de chegar e agora eles querem atender quase o dobro deste número.

Em anos anteriores, havia distribuição de ovos de chocolates na comunidade Morro da Kibon, em Santo André. “Começamos doando para 300 crianças, aumentou para 450 e esse ano seriam 550. Fiz a compra de 600 ovos, pois o resto foi doado para as famílias que a gente ajuda mensalmente (10 familias fixas e 5 esporádicas)”, explicou Luz. Desde agosto, 490 pessoas já foram atendidas em ações sociais.

As doações podem ser feitas em dinheiro e o grupo vai comprar os ovos para presentear os moradores. Transferências podem ser feitas pela chave PIX 1199572 6382 ou pelo Picpay, @guirochaluz. Na página do projeto no Instagram (instagram.com/_filantropando) é possível conferir fotos de diversas ações, como entrega de cestas básicas e presentes no Natal. “Nossa ideia é que até o sábado que vem a gente possa ter comprado todos os ovos que precisamos”, pontuou o economista.

OUTRAS INICIATIVAS
O agravamento da pandemia tem aumentado o número de pessoas em situação de vulnerabilidade e diversas iniciativas estão em curso para tentar amenizar os problema. Em São Bernardo, a Cufa (Central Única das Favelas) mantem campanha constante de arrecadação de alimentos. Informações com o presidente da instituição na cidade, Alex Ferreira Pinto, o Alex Camburão, no telefone 98112-3905. Doações em dinheiro podem ser feitas pela chave PIX 27040997827.

Também de São Bernardo, a Casa Neon Cunha, centro de cidadania para população LGBTQIA+ (Lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis, queer, intersexuais, assexuais e outros) está arrecadando alimentos não perecíveis, produtos de limpeza, que são doados para 250 famílias acompanhadas desde o início da pandemia. Também são auxiliadas pessoas em situação de rua. Doações podem ser entregues na sede da Casa, Avenida Whashington Luiz, 130, Jardim Silvina. Transferências em dinheiro podem ser feitas pela chave PIX 37211131000128.

Também com foco na população LGBTQIA+, a ONG ABCDS (Ação Brotar pela Cidadania e Diversidade Sexual) arrecada alimentos e cestas básicas para distribuir para a população em situação de vulnerabilidade. As doações podem ser entregues de segunda a sexta feiras após as 17h0 na Rua Las Palmas, 91, casa 02, Vila Palmares, em Santo André. Colaborações em dinheiro podem ser feitas pela chave PIX 11985675530.

Em Diadema, a Rede de Solidariedade Remando com a Maré também arrecada, de maneira permanente, alimentos e cestas básicas para doações às famílias carentes. Os itens podem ser entregues na sede do Clube de Mães, na Rua Sinésio Pereira, 228, Jardim Campanário. Mais informações pelo telefone 93423-9910. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Campanha vai distribuir 1.500 ovos de chocolate em comunidades carentes

Grupo ainda precisa arrecadar valores para compra de 700 unidades; doações podem ser feitas até dia 17 de abril

Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

12/04/2021 | 15:07


Se a pandemia de Covid-19 mudou a nossa rotina de estudos e trabalho e bagunçou o calendário, que mal há em presentear crianças carentes com ovos de chocolate alguns dias depois da Páscoa? É com a missão de atender 1.520 pequenos moradores em nove comunidades carentes de Santo André que o grupo Filantropando está realizando campanha de arrecadação até o próximo sábado, dia 17 de abril.

O grupo, que reúne 17 amigos, se formou em agosto do ano passado, com o objetivo de ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social com doações de alimentos, roupas e brinquedos. Também já foi organizada campanha de doação de sangue. O economista Guilherme Rocha Luz, 21 anos, é um dos idealizadores da ação e relata que inicialmente, seriam atendidas apenas 700 crianças, mas que os pedidos de ajuda não paravam de chegar e agora eles querem atender quase o dobro deste número.

Em anos anteriores, havia distribuição de ovos de chocolates na comunidade Morro da Kibon, em Santo André. “Começamos doando para 300 crianças, aumentou para 450 e esse ano seriam 550. Fiz a compra de 600 ovos, pois o resto foi doado para as famílias que a gente ajuda mensalmente (10 familias fixas e 5 esporádicas)”, explicou Luz. Desde agosto, 490 pessoas já foram atendidas em ações sociais.

As doações podem ser feitas em dinheiro e o grupo vai comprar os ovos para presentear os moradores. Transferências podem ser feitas pela chave PIX 1199572 6382 ou pelo Picpay, @guirochaluz. Na página do projeto no Instagram (instagram.com/_filantropando) é possível conferir fotos de diversas ações, como entrega de cestas básicas e presentes no Natal. “Nossa ideia é que até o sábado que vem a gente possa ter comprado todos os ovos que precisamos”, pontuou o economista.

OUTRAS INICIATIVAS
O agravamento da pandemia tem aumentado o número de pessoas em situação de vulnerabilidade e diversas iniciativas estão em curso para tentar amenizar os problema. Em São Bernardo, a Cufa (Central Única das Favelas) mantem campanha constante de arrecadação de alimentos. Informações com o presidente da instituição na cidade, Alex Ferreira Pinto, o Alex Camburão, no telefone 98112-3905. Doações em dinheiro podem ser feitas pela chave PIX 27040997827.

Também de São Bernardo, a Casa Neon Cunha, centro de cidadania para população LGBTQIA+ (Lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis, queer, intersexuais, assexuais e outros) está arrecadando alimentos não perecíveis, produtos de limpeza, que são doados para 250 famílias acompanhadas desde o início da pandemia. Também são auxiliadas pessoas em situação de rua. Doações podem ser entregues na sede da Casa, Avenida Whashington Luiz, 130, Jardim Silvina. Transferências em dinheiro podem ser feitas pela chave PIX 37211131000128.

Também com foco na população LGBTQIA+, a ONG ABCDS (Ação Brotar pela Cidadania e Diversidade Sexual) arrecada alimentos e cestas básicas para distribuir para a população em situação de vulnerabilidade. As doações podem ser entregues de segunda a sexta feiras após as 17h0 na Rua Las Palmas, 91, casa 02, Vila Palmares, em Santo André. Colaborações em dinheiro podem ser feitas pela chave PIX 11985675530.

Em Diadema, a Rede de Solidariedade Remando com a Maré também arrecada, de maneira permanente, alimentos e cestas básicas para doações às famílias carentes. Os itens podem ser entregues na sede do Clube de Mães, na Rua Sinésio Pereira, 228, Jardim Campanário. Mais informações pelo telefone 93423-9910. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;