Fechar
Publicidade

Sábado, 15 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Campos Neto exalta convergência entre mídias sociais e sistema financeiro



12/04/2021 | 14:06


O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, disse nesta segunda-feira, 12, que não vê um ambiente de competição entre bancos e fintechs, mas sim uma convergência de mídias sociais e sistema financeiro. "O mundo fala em competição entre bancos e fintechs. Acho que não é competição, mas integração entre mídia social e sistema financeiro", comentou Campos Neto ao participar de reunião, transmitida virtualmente, de presidentes de bancos centrais da América Latina.

No evento, promovido pela Secretaria-Geral Ibero-Americana e pelo Banco de España, Campos Neto destacou as inovações do BC com o PIX, plataforma de transações instantâneas, e a liberação recente de pagamentos pelo WhatsApp. "A convergência entre mídia social e sistema financeiro é a maior inovação no momento", salientou.

Campos Neto disse que esperava que o movimento de inovação demoraria cinco anos, mas ele se acelerou muito, sendo que a pandemia tem sido, segundo ele, um "acelerador de tendências".

Além de repetir que a sociedade demanda que a saída da crise sanitária seja inclusiva e sustentável, ele classificou a tecnologia como um instrumento de democratização financeira, ao levar serviços bancários a zonas remotas. Também pontuou que o futuro da indústria financeira está em produção e interpretação de dados, após a ruptura do modelo tradicional de bancos baseado em capilaridade de agências e plataformas fechadas. "Os bancos centrais precisam ter atenção redobrada com a integração de mídias sociais e bancos", avaliou.

"Após energia e alimentos, a terceira onda de sustentabilidade virá nos fluxos financeiros", acrescentou o presidente do BC. Campos Neto também aproveitou o evento para reafirmar que o Banco Central está avançando no projeto de moeda digital, prometendo "notícias em breve".

"É importante que os bancos centrais tenham interação maior sobre moeda digital e que moedas digitais de diversos países tenham características comuns", assinalou Campos Neto.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Campos Neto exalta convergência entre mídias sociais e sistema financeiro


12/04/2021 | 14:06


O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, disse nesta segunda-feira, 12, que não vê um ambiente de competição entre bancos e fintechs, mas sim uma convergência de mídias sociais e sistema financeiro. "O mundo fala em competição entre bancos e fintechs. Acho que não é competição, mas integração entre mídia social e sistema financeiro", comentou Campos Neto ao participar de reunião, transmitida virtualmente, de presidentes de bancos centrais da América Latina.

No evento, promovido pela Secretaria-Geral Ibero-Americana e pelo Banco de España, Campos Neto destacou as inovações do BC com o PIX, plataforma de transações instantâneas, e a liberação recente de pagamentos pelo WhatsApp. "A convergência entre mídia social e sistema financeiro é a maior inovação no momento", salientou.

Campos Neto disse que esperava que o movimento de inovação demoraria cinco anos, mas ele se acelerou muito, sendo que a pandemia tem sido, segundo ele, um "acelerador de tendências".

Além de repetir que a sociedade demanda que a saída da crise sanitária seja inclusiva e sustentável, ele classificou a tecnologia como um instrumento de democratização financeira, ao levar serviços bancários a zonas remotas. Também pontuou que o futuro da indústria financeira está em produção e interpretação de dados, após a ruptura do modelo tradicional de bancos baseado em capilaridade de agências e plataformas fechadas. "Os bancos centrais precisam ter atenção redobrada com a integração de mídias sociais e bancos", avaliou.

"Após energia e alimentos, a terceira onda de sustentabilidade virá nos fluxos financeiros", acrescentou o presidente do BC. Campos Neto também aproveitou o evento para reafirmar que o Banco Central está avançando no projeto de moeda digital, prometendo "notícias em breve".

"É importante que os bancos centrais tenham interação maior sobre moeda digital e que moedas digitais de diversos países tenham características comuns", assinalou Campos Neto.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;