Fechar
Publicidade

Sábado, 15 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Ibovespa tem alta moderada e sustenta os 118 mil pontos com influência externa

Hugo Arce/Fotos Públicas Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


12/04/2021 | 11:06


O Índice Bovespa opera em alta moderada na primeira hora de negociação desta segunda-feira, 12, acima dos 118 mil pontos, refletindo fatores favoráveis do cenário internacional, como os ganhos firmes dos preços do petróleo, queda do dólar e estabilização dos juros dos Treasuries. Já os índices da bolsa de Nova York iniciam a semana com sinal negativo, atribuído a ajustes depois do rali de sexta-feira.

Apesar do ambiente externo ameno e da agenda de indicadores escassa, o ambiente é de cautela com o cenário doméstico. Além das incertezas sobre o que será feito do Orçamento de 2021, agora o cenário conta com os ruídos políticos em torno do presidente Jair Bolsonaro, que tenta evitar a instalação da CPI da covid-19. Nesta manhã, Bolsonaro usou as redes sociais para pedir união e apoio ao seu governo. O chefe do Executivo reforçou sua defesa em prol da "liberdade" e voltou a criticar medidas restritivas adotadas por governadores e prefeitos durante a pandemia.

Às 10h47 desta segunda, o Ibovespa tinha 118.336,17 pontos, em alta de 0,57%. Alinhadas aos ganhos em torno de 2% dos preços do petróleo no exterior, Petrobras ON e PN subiam 1,87% e 2,03%, respectivamente. As ações também reagem ao acordo da estatal com a União para compensações relacionadas a licitações dos volumes excedentes da cessão onerosa nos campos de Sépia e Atapu. Vale e siderúrgicas também avançavam, em dia de leve alta dos preços do minério no exterior. O setor financeiro, bloco de maior peso no índice, tinha altas moderadas.

Em Nova York, os índices à vista confirmaram a indicação dos futuros e abriram em queda, aparentemente num movimento de realização de lucros recentes. O índice Dow Jones recuava 0,12%, enquanto S&P500 e Nasdaq recuavam 0,08% e 0,42%, respectivamente.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ibovespa tem alta moderada e sustenta os 118 mil pontos com influência externa


12/04/2021 | 11:06


O Índice Bovespa opera em alta moderada na primeira hora de negociação desta segunda-feira, 12, acima dos 118 mil pontos, refletindo fatores favoráveis do cenário internacional, como os ganhos firmes dos preços do petróleo, queda do dólar e estabilização dos juros dos Treasuries. Já os índices da bolsa de Nova York iniciam a semana com sinal negativo, atribuído a ajustes depois do rali de sexta-feira.

Apesar do ambiente externo ameno e da agenda de indicadores escassa, o ambiente é de cautela com o cenário doméstico. Além das incertezas sobre o que será feito do Orçamento de 2021, agora o cenário conta com os ruídos políticos em torno do presidente Jair Bolsonaro, que tenta evitar a instalação da CPI da covid-19. Nesta manhã, Bolsonaro usou as redes sociais para pedir união e apoio ao seu governo. O chefe do Executivo reforçou sua defesa em prol da "liberdade" e voltou a criticar medidas restritivas adotadas por governadores e prefeitos durante a pandemia.

Às 10h47 desta segunda, o Ibovespa tinha 118.336,17 pontos, em alta de 0,57%. Alinhadas aos ganhos em torno de 2% dos preços do petróleo no exterior, Petrobras ON e PN subiam 1,87% e 2,03%, respectivamente. As ações também reagem ao acordo da estatal com a União para compensações relacionadas a licitações dos volumes excedentes da cessão onerosa nos campos de Sépia e Atapu. Vale e siderúrgicas também avançavam, em dia de leve alta dos preços do minério no exterior. O setor financeiro, bloco de maior peso no índice, tinha altas moderadas.

Em Nova York, os índices à vista confirmaram a indicação dos futuros e abriram em queda, aparentemente num movimento de realização de lucros recentes. O índice Dow Jones recuava 0,12%, enquanto S&P500 e Nasdaq recuavam 0,08% e 0,42%, respectivamente.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;