Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 12 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Professora lança oficina de teatro virtual em Santo André

Curso tem como público-alvo moradores de bairros periféricos com ou sem experiência


Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

11/04/2021 | 00:01


 Professora de teatro e pesquisadora andreense, Patrícia Rita lançou oficina gratuita de encenação para moradores dos bairros Vila Luzita, Santa Maria, Condomínio Maracanã, Jardim Cristiane e Parque Oratório, todos em Santo André. O curso, on-line, faz parte do projeto Um Grito Suspenso no Ar, que pôde sair do papel graças a recursos da Lei Aldir Blanc, intermediado pela Secretaria de Cultura de Santo André para fomento da cultura em meio à pandemia do coronavírus.

De acordo com a professora, a escolha dos bairros é para alcançar locais periféricos e levar cultura a essas regiões. A oficina acontece ao longo de cinco encontros de forma virtual, a partir de amanhã, às 18h. As inscrições devem ser feitas pelo Whatsapp 11 97613-8688 ou pelo e-mail projetoumgritosuspensonoar@gmail.com. Podem participar pessoas de 18 a 29 anos, com ou sem experiência em peças teatrais.

Patrícia explica que a ideia do projeto surgiu a partir da chegada da pandemia. Ela começou a pensar sobre as possibilidades da vida, sobre angústias, de como a casa se tornou o único lugar onde muitas pessoas estão reclusas, vivendo, dormindo e trabalhando. Além disso, “das questões da própria morte, pois estamos vendo muita gente partir. Dá urgência de fazer a vida acontecer, de conhecermos melhor nossos parentes, a nós mesmos. Se antes a gente pensava na morte como algo distante, hoje tudo o que temos é o presente”.

A pesquisadora quer levar a oficina para o maior número de pessoas. “A ideia desse projeto é poder potencializar a empatia, o olhar sensível para si e para o próximo. De mostrar o quanto podemos transformar e aprender com as situações, como lidar com as limitações e os sentimentos”, explica Patrícia, que conta com ajuda de Cacá Molgora, responsável pela percussão corporal e em objetos de uso cotidiano.

Ao longo das oficinas acontecem conversas, troca de experiências e cada participante cria cenas a respeito do assunto tratado e do que está aprendendo. Depois disso os alunos devem produzir exercício cênico, filmado em casa, para ser apresentado à turma. O material será também apresentado para a população por meio da página do Facebook do projeto (oficinaespetaculo). Essa será a segunda turma da oficina e os vídeos do primeiro grupo estão sendo publicados no canal.

A vontade de Patrícia é que todos os participantes possam, no futuro, realizar apresentação ao vivo, nas praças dos bairros selecionados, e colocar para fora todo aprendizado da pandemia.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Professora lança oficina de teatro virtual em Santo André

Curso tem como público-alvo moradores de bairros periféricos com ou sem experiência

Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

11/04/2021 | 00:01


 Professora de teatro e pesquisadora andreense, Patrícia Rita lançou oficina gratuita de encenação para moradores dos bairros Vila Luzita, Santa Maria, Condomínio Maracanã, Jardim Cristiane e Parque Oratório, todos em Santo André. O curso, on-line, faz parte do projeto Um Grito Suspenso no Ar, que pôde sair do papel graças a recursos da Lei Aldir Blanc, intermediado pela Secretaria de Cultura de Santo André para fomento da cultura em meio à pandemia do coronavírus.

De acordo com a professora, a escolha dos bairros é para alcançar locais periféricos e levar cultura a essas regiões. A oficina acontece ao longo de cinco encontros de forma virtual, a partir de amanhã, às 18h. As inscrições devem ser feitas pelo Whatsapp 11 97613-8688 ou pelo e-mail projetoumgritosuspensonoar@gmail.com. Podem participar pessoas de 18 a 29 anos, com ou sem experiência em peças teatrais.

Patrícia explica que a ideia do projeto surgiu a partir da chegada da pandemia. Ela começou a pensar sobre as possibilidades da vida, sobre angústias, de como a casa se tornou o único lugar onde muitas pessoas estão reclusas, vivendo, dormindo e trabalhando. Além disso, “das questões da própria morte, pois estamos vendo muita gente partir. Dá urgência de fazer a vida acontecer, de conhecermos melhor nossos parentes, a nós mesmos. Se antes a gente pensava na morte como algo distante, hoje tudo o que temos é o presente”.

A pesquisadora quer levar a oficina para o maior número de pessoas. “A ideia desse projeto é poder potencializar a empatia, o olhar sensível para si e para o próximo. De mostrar o quanto podemos transformar e aprender com as situações, como lidar com as limitações e os sentimentos”, explica Patrícia, que conta com ajuda de Cacá Molgora, responsável pela percussão corporal e em objetos de uso cotidiano.

Ao longo das oficinas acontecem conversas, troca de experiências e cada participante cria cenas a respeito do assunto tratado e do que está aprendendo. Depois disso os alunos devem produzir exercício cênico, filmado em casa, para ser apresentado à turma. O material será também apresentado para a população por meio da página do Facebook do projeto (oficinaespetaculo). Essa será a segunda turma da oficina e os vídeos do primeiro grupo estão sendo publicados no canal.

A vontade de Patrícia é que todos os participantes possam, no futuro, realizar apresentação ao vivo, nas praças dos bairros selecionados, e colocar para fora todo aprendizado da pandemia.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;