Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 14 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Metodista inicia processo
de recuperação judicial

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Controladora da instituição de ensino possui dívidas de R$ 500 milhões; cautelar foi protocolada ontem na Justiça


Nilton Valentim
Do Diário do Grande ABC

10/04/2021 | 08:59


O grupo Educação Metodista, que controla a Universidade Metodista, de São Bernardo, deu início ao processo de recuperação judicial. Com dívidas estimadas em R$ 500 milhões e enfrentando dificuldades financeiras, a instituição protocolou ontem medida cautelar no TJ-RS (Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul). A intenção é ganhar fôlego para quitar débitos.

A cautelar é um mecanismo legal que garante proteção judicial para que a instituição em dificuldades financeiras possa se reorganizar e apresentar um plano de recuperação.

Desde 2015, a Metodista vem enfrentando redução significativa do número de alunos, o que, segundo a instituição, provocou forte impacto na receita e o consequente desequilíbrio financeiro. Em São Bernardo, professores fizeram greve em várias ocasiões para reivindicar salários e outros benefícios. A última delas ocorreu no início de março.

Segundo a Metodista, a crise teve início com a mudança nas regras do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) e se acentuou com o cenário econômico de recessão dos últimos anos. A pandemia de Covid-19 agravou a situação.

“Estamos confiantes de que a recuperação judicial poderá restabelecer a Educação Metodista, preservando nossa comunidade acadêmica e assegurando um ensino de qualidade para todos os nossos alunos. Por meio deste processo, também esperamos garantir proteção judicial a todos os nossos credores”, afirma Aser Gonçalves Junior, diretor de operações estratégicas da Educação Metodista.

HISTÓRICO
A Educação Metodista inaugurou sua primeira unidade no Brasil em 1881 e sua escola mais antiga está localizada no Rio Grande do Sul. Atualmente, conta com 11 colégios e seis instituições de ensino superior (duas universidades, dois centros universitários e duas faculdades), que oferecem 80 cursos presenciais e 25 cursos na modalidade EAD nos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul e Minas Gerais. A instituição emprega cerca de 3.000 funcionários, dos quais 1.200 são docentes, e atende 19 mil alunos da educação básica ao ensino superior. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Metodista inicia processo
de recuperação judicial

Controladora da instituição de ensino possui dívidas de R$ 500 milhões; cautelar foi protocolada ontem na Justiça

Nilton Valentim
Do Diário do Grande ABC

10/04/2021 | 08:59


O grupo Educação Metodista, que controla a Universidade Metodista, de São Bernardo, deu início ao processo de recuperação judicial. Com dívidas estimadas em R$ 500 milhões e enfrentando dificuldades financeiras, a instituição protocolou ontem medida cautelar no TJ-RS (Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul). A intenção é ganhar fôlego para quitar débitos.

A cautelar é um mecanismo legal que garante proteção judicial para que a instituição em dificuldades financeiras possa se reorganizar e apresentar um plano de recuperação.

Desde 2015, a Metodista vem enfrentando redução significativa do número de alunos, o que, segundo a instituição, provocou forte impacto na receita e o consequente desequilíbrio financeiro. Em São Bernardo, professores fizeram greve em várias ocasiões para reivindicar salários e outros benefícios. A última delas ocorreu no início de março.

Segundo a Metodista, a crise teve início com a mudança nas regras do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) e se acentuou com o cenário econômico de recessão dos últimos anos. A pandemia de Covid-19 agravou a situação.

“Estamos confiantes de que a recuperação judicial poderá restabelecer a Educação Metodista, preservando nossa comunidade acadêmica e assegurando um ensino de qualidade para todos os nossos alunos. Por meio deste processo, também esperamos garantir proteção judicial a todos os nossos credores”, afirma Aser Gonçalves Junior, diretor de operações estratégicas da Educação Metodista.

HISTÓRICO
A Educação Metodista inaugurou sua primeira unidade no Brasil em 1881 e sua escola mais antiga está localizada no Rio Grande do Sul. Atualmente, conta com 11 colégios e seis instituições de ensino superior (duas universidades, dois centros universitários e duas faculdades), que oferecem 80 cursos presenciais e 25 cursos na modalidade EAD nos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul e Minas Gerais. A instituição emprega cerca de 3.000 funcionários, dos quais 1.200 são docentes, e atende 19 mil alunos da educação básica ao ensino superior. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;