Fechar
Publicidade

Sábado, 12 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Indefinição marca retorno de aulas presenciais na região

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Em algumas cidades, atividades na rede particular têm previsão de reinício em 12 de abril; alunos de escolas públicas seguem com ensino remoto


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

08/04/2021 | 22:03


O Estado define hoje as novas diretrizes do Plano São Paulo e há grande expectativa sobre a retomada das aulas presenciais nas escolas do Grande ABC. Em todas as redes públicas, as aulas presenciais estão suspensas e, em algumas cidades, por tempo indeterminado. Já na rede privada, apenas São Caetano não interrompeu as atividades presenciais – limitadas a 35% dos alunos – e alguns municípios já planejam o retorno para 12 de abril, quando está marcada para começar a vacinação dos profissionais da educação (professores, diretores e outros funcionários diretos) com mais de 47 anos, o que aumenta a expectativa por uma retomada maior das atividades presenciais.

A Prefeitura de Santo André informou que as aulas nas redes pública e privada estão suspensas até domingo e que a definição de uma data de retorno das atividades presenciais está sujeita a análises dos índices de desempenho da Covid-19 e de vacinação dos professores, pontos que irão nortear as novas medidas a serem tomadas na educação. A Prefeitura deve anunciar hoje a previsão de retomada das aulas presenciais.

Em São Bernardo, as atividades estão suspensas por tempo indeterminado, assim como em São Caetano (para a rede municipal). Na rede estadual, se não for mantida a fase emergencial, as aulas presenciais devem voltar na segunda-feira, com até 35% dos alunos.

Diadema aguarda posicionamento das autoridades sanitárias do Estado para o retorno das aulas presenciais, programadas, até o momento, para 3 de maio. Em Mauá, a expectativa é a de que as escolas privadas retornem para atividades nas unidades em 15 de abril e as redes municipal e estadual, em 3 de maio, mas também depende dos indicadores epidemiológicos. Em Ribeirão Pires, a Secretaria de Educação planeja para 21 de abril a retomada das atividades presenciais em escolas estaduais e particulares e em 30 de maio, na rede municipal. Rio Grande da Serra não tem previsão para retorno das aulas presenciais. Toda a rede pública seguem com ensino remoto. 

Professora e empresária do ramo educacional, Barbara Roma destacou que o rodízio de alunos nas unidades que estão com aulas ou planejando a retomada exige maior cuidado entre alunos e equipes para evitar a contaminação pela Covid-19. Já do ponto de vista educacional, após um ano de ensino a distância, é preciso que os responsáveis pelas crianças, especialmente as menores, na medida do possível acompanhem de perto o processo educacional. “Alguns alunos se adaptaram bem nesse modelo, outros nem tanto, mas não podemos descuidar da educação”, pontuou.

Barbara apontou que estudos feitos em países que tiveram períodos de interrupção nas aulas por três meses sentiram impacto de 1,5% a 5% em salários e uma geração toda foi afetada. “Se pensarmos que já temos um ano de pandemia, o impacto vai ser ainda maior”, avaliou. “Historicamente, após períodos de grandes dificuldades, como guerras ou pandemias, a humanidade vive momentos de grande desenvolvimento. Já se estima que a partir de 2025 isso tenha início”, completou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;