Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Tecnologia

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Testamos: Por R$ 1.899, Realme 7 5G é o celular mais barato compatível com a rede 5G

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Bianca Bellucci
Do 33Giga

08/04/2021 | 10:48


A Realme é uma fabricante chinesa que chegou oficialmente às prateleiras brasileiras em janeiro deste ano. À época, dois smartphones foram lançados: Realme 7 e Realme 7 Pro. Já na última terça-feira (6), a marca colocou no mercado nacional seu terceiro celular, o Realme 7 5G, que tem o objetivo de democratizar o acesso à rede 5G cobrando um preço para lá de camarada.

Entre os dias 6 e 12 de abril, o aparelho sairá por R$ 1.899 para pagamentos à vista e R$ 1.999 para parcelamentos em até 12x no site das Lojas Americanas. A partir de 13 de abril, o valor sugerido sobe para R$ 2.599 – ainda assim, é o menor preço dentre os celulares 5G lançados no Brasil.

Leia mais:
Guia de compras: como escolher o smartphone perfeito para você
Álcool em gel pode danificar celular; saiba como higienizar corretamente o aparelho
Álbum: todos os eletrônicos testados pelo 33Giga

Boas impressões

O Realme 7 5G foi enviado para os testes do 33Giga alguns dias antes do lançamento oficial. E as impressões colhidas em pouco mais de uma semana são boas. O smartphone tem um processador rápido que aguenta aplicativos pesados e partidas de games online, touch que responde muito bem aos comandos, bom retorno em ligações, tela com imagens nítidas, e som claro.

O que pode incomodar um pouco é a quantidade de aplicativos. E o pior: muitos deles são versões alternativas a programas do Google, que, inclusive, também vêm instalados. Isso faz com que o usuário tenha praticamente apps duplicados e que ocupam um espaço desnecessário. O App Market, por exemplo, é uma loja como a App Store. Já o WPS é uma variação do Google Drive.

Um aplicativo que se destaca nesse balaio, porém, é o Theme Store. Como o nome entrega, é um hub para encontrar diversos temas, wallpapers e fontes. A grande maioria do conteúdo é gratuita e basta um toque para usar o recurso escolhido.

Vale destacar também o conjunto de câmeras. O Realme 7 5G tem quatro lentes na parte traseira. São elas: principal de 48 MP, ultra wide de 8 MP, B&W de 2 MP e macro de 2 MP. Todas entregam um ótimo desempenho.

A câmera frontal, por sua vez, conta com 16 MP e captura selfies com grande resolução. O que pode atrapalhar a experiência é o filtro de embelezamento, aplicado automaticamente na cara do usuário. Aliás, são vários detalhes configuráveis: afinar rosto, aumentar olhos, diminuir nariz. O problema é que eles podem deixar a imagem um tanto artificial. A dica é usá-los com cautela – ou, simplesmente, desabilitar a função.

Realme 7 5G


Tela: 6,5 polegadas
Armazenamento: 128 GB
Memória RAM: 6 GB
Processador: MediaTek Dimensity 800U (Dual-Core de 2.4 GHz + Hexa-Core de 2.0 GHz)
Câmeras: 48 MP + 8 MP + 2 MP + 2MP (traseira quádrupla) e 16 MP (frontal)
Bateria: 5.000 mAh
Dimensões (LxAxP): 7,51 x 16,22 x 0,91 cm
Peso: 195 gramas
O que anima: preço atraente, ótimo desempenho em tarefas cotidianas e robustas, bom conjunto de câmeras
O que decepciona: aplicativos duplicados, design do celular muda conforme a cor, não vem com fone de ouvido
Preço: R$ 1.899 (valor sobe para R$ 2.599 a partir de 13 de abril, quando acaba o período promocional)
Site oficial: https://bit.ly/3wzJE5G

Design diferentes

O novo smartphone da Realme é vendido em duas cores metalizadas no Brasil: Mist Blue e Flash Silver. E, curiosamente, eles têm design diferentes. A versão em prata traz o nome da marca cobrindo parte da traseira de ponta a ponta – uma escolha um tanto duvidosa. Já a opção em azul apresenta o nome de forma discreta em um cantinho.

O Realme 7 5G vem dentro de uma caixinha amarela, a tonalidade característica da empresa. O kit acompanha capinha de silicone, película que já vem aplicada, carregador de tomada e cabo USB-C. Fones de ouvidos não estão inclusos – uma provável consequência da atitude tomada pela Apple, além de ser um incentivo para comprar os Buds Air Pro, também lançados nesta terça-feira (6). Os manuais, por sua vez, não estão disponíveis em português.

Vale a pena?

É possível considerar o Realme 7 5G como um celular intermediário, que são avaliados entre R$ 2 mil e R$ 3 mil e costumam entregar configurações mais parrudas para suportar tarefas de produtividade e de lazer. O fato do eletrônico fazer parte desta categoria e ser compatível com a nova geração de rede móvel é o grande pulo do gato.

O problema é que o 5G ainda não está disponível no Brasil. Algumas operadoras de telefone têm anunciado o chamado 5G DSS, que, na verdade, usa a frequência do 4G para simular algo parecido com tal experiência. A rede só chegará de fato ao País após a Anatel realizar um leilão de frequências, que ainda não tem data para ocorrer. Isso significa que esse diferencial é inútil no momento – a não ser que você esteja pensando no futuro.

Ao deixar esse fator de lado, o Realme 7 5G pode ser uma boa opção para quem usa o celular em tarefas cotidianas e até precisa dele para atividades mais robustas, como videoconferências e jogos online. Mais uma vez, o preço bem atraente para o mercado brasileiro é o verdadeiro diferencial.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Na galeria, veja detalhes do Realme 7 5G:



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Testamos: Por R$ 1.899, Realme 7 5G é o celular mais barato compatível com a rede 5G

Bianca Bellucci
Do 33Giga

08/04/2021 | 10:48


A Realme é uma fabricante chinesa que chegou oficialmente às prateleiras brasileiras em janeiro deste ano. À época, dois smartphones foram lançados: Realme 7 e Realme 7 Pro. Já na última terça-feira (6), a marca colocou no mercado nacional seu terceiro celular, o Realme 7 5G, que tem o objetivo de democratizar o acesso à rede 5G cobrando um preço para lá de camarada.

Entre os dias 6 e 12 de abril, o aparelho sairá por R$ 1.899 para pagamentos à vista e R$ 1.999 para parcelamentos em até 12x no site das Lojas Americanas. A partir de 13 de abril, o valor sugerido sobe para R$ 2.599 – ainda assim, é o menor preço dentre os celulares 5G lançados no Brasil.

Leia mais:
Guia de compras: como escolher o smartphone perfeito para você
Álcool em gel pode danificar celular; saiba como higienizar corretamente o aparelho
Álbum: todos os eletrônicos testados pelo 33Giga

Boas impressões

O Realme 7 5G foi enviado para os testes do 33Giga alguns dias antes do lançamento oficial. E as impressões colhidas em pouco mais de uma semana são boas. O smartphone tem um processador rápido que aguenta aplicativos pesados e partidas de games online, touch que responde muito bem aos comandos, bom retorno em ligações, tela com imagens nítidas, e som claro.

O que pode incomodar um pouco é a quantidade de aplicativos. E o pior: muitos deles são versões alternativas a programas do Google, que, inclusive, também vêm instalados. Isso faz com que o usuário tenha praticamente apps duplicados e que ocupam um espaço desnecessário. O App Market, por exemplo, é uma loja como a App Store. Já o WPS é uma variação do Google Drive.

Um aplicativo que se destaca nesse balaio, porém, é o Theme Store. Como o nome entrega, é um hub para encontrar diversos temas, wallpapers e fontes. A grande maioria do conteúdo é gratuita e basta um toque para usar o recurso escolhido.

Vale destacar também o conjunto de câmeras. O Realme 7 5G tem quatro lentes na parte traseira. São elas: principal de 48 MP, ultra wide de 8 MP, B&W de 2 MP e macro de 2 MP. Todas entregam um ótimo desempenho.

A câmera frontal, por sua vez, conta com 16 MP e captura selfies com grande resolução. O que pode atrapalhar a experiência é o filtro de embelezamento, aplicado automaticamente na cara do usuário. Aliás, são vários detalhes configuráveis: afinar rosto, aumentar olhos, diminuir nariz. O problema é que eles podem deixar a imagem um tanto artificial. A dica é usá-los com cautela – ou, simplesmente, desabilitar a função.

Realme 7 5G


Tela: 6,5 polegadas
Armazenamento: 128 GB
Memória RAM: 6 GB
Processador: MediaTek Dimensity 800U (Dual-Core de 2.4 GHz + Hexa-Core de 2.0 GHz)
Câmeras: 48 MP + 8 MP + 2 MP + 2MP (traseira quádrupla) e 16 MP (frontal)
Bateria: 5.000 mAh
Dimensões (LxAxP): 7,51 x 16,22 x 0,91 cm
Peso: 195 gramas
O que anima: preço atraente, ótimo desempenho em tarefas cotidianas e robustas, bom conjunto de câmeras
O que decepciona: aplicativos duplicados, design do celular muda conforme a cor, não vem com fone de ouvido
Preço: R$ 1.899 (valor sobe para R$ 2.599 a partir de 13 de abril, quando acaba o período promocional)
Site oficial: https://bit.ly/3wzJE5G

Design diferentes

O novo smartphone da Realme é vendido em duas cores metalizadas no Brasil: Mist Blue e Flash Silver. E, curiosamente, eles têm design diferentes. A versão em prata traz o nome da marca cobrindo parte da traseira de ponta a ponta – uma escolha um tanto duvidosa. Já a opção em azul apresenta o nome de forma discreta em um cantinho.

O Realme 7 5G vem dentro de uma caixinha amarela, a tonalidade característica da empresa. O kit acompanha capinha de silicone, película que já vem aplicada, carregador de tomada e cabo USB-C. Fones de ouvidos não estão inclusos – uma provável consequência da atitude tomada pela Apple, além de ser um incentivo para comprar os Buds Air Pro, também lançados nesta terça-feira (6). Os manuais, por sua vez, não estão disponíveis em português.

Vale a pena?

É possível considerar o Realme 7 5G como um celular intermediário, que são avaliados entre R$ 2 mil e R$ 3 mil e costumam entregar configurações mais parrudas para suportar tarefas de produtividade e de lazer. O fato do eletrônico fazer parte desta categoria e ser compatível com a nova geração de rede móvel é o grande pulo do gato.

O problema é que o 5G ainda não está disponível no Brasil. Algumas operadoras de telefone têm anunciado o chamado 5G DSS, que, na verdade, usa a frequência do 4G para simular algo parecido com tal experiência. A rede só chegará de fato ao País após a Anatel realizar um leilão de frequências, que ainda não tem data para ocorrer. Isso significa que esse diferencial é inútil no momento – a não ser que você esteja pensando no futuro.

Ao deixar esse fator de lado, o Realme 7 5G pode ser uma boa opção para quem usa o celular em tarefas cotidianas e até precisa dele para atividades mais robustas, como videoconferências e jogos online. Mais uma vez, o preço bem atraente para o mercado brasileiro é o verdadeiro diferencial.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Na galeria, veja detalhes do Realme 7 5G:

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;