Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 19 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Queiroga: Esperamos que Butantan possa ter capacidade de produção restabelecida



07/04/2021 | 22:32


O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta quarta-feira, 7, esperar que o Butantan tenha a capacidade de produção de vacinas restabelecida. A declaração foi dada no mesmo dia em que circulou a informação de que escassez de insumos - o chamado IFA - pode impossibilitar a fabricação de cinco milhões de doses da Coronavac, metade do previsto para o mês.

"Dificuldade de vacina não é só no Brasil; é hora de união nacional", afirmou Queiroga, após um jantar com empresários, ministros e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na noite desta quarta-feira, 7, em São Paulo. Ele reconheceu a dificuldade de se conseguir vacinas, mas apelou para os esforços diplomáticos.

Queiroga disse ainda ter ouvido dos empresários que eles trabalharam junto com o governo para modernizar o sistema de saúde.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Queiroga: Esperamos que Butantan possa ter capacidade de produção restabelecida


07/04/2021 | 22:32


O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta quarta-feira, 7, esperar que o Butantan tenha a capacidade de produção de vacinas restabelecida. A declaração foi dada no mesmo dia em que circulou a informação de que escassez de insumos - o chamado IFA - pode impossibilitar a fabricação de cinco milhões de doses da Coronavac, metade do previsto para o mês.

"Dificuldade de vacina não é só no Brasil; é hora de união nacional", afirmou Queiroga, após um jantar com empresários, ministros e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na noite desta quarta-feira, 7, em São Paulo. Ele reconheceu a dificuldade de se conseguir vacinas, mas apelou para os esforços diplomáticos.

Queiroga disse ainda ter ouvido dos empresários que eles trabalharam junto com o governo para modernizar o sistema de saúde.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;