Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 19 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Bolsonaro: pandemia é, em parte, usada politicamente para derrubar o presidente



07/04/2021 | 17:53


Em meio à alta de mortes pelo novo coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro voltou a dizer que a pandemia da covid-19 é usada de forma política contra ele. O presidente também repetiu que espera que o Supremo Tribunal Federal (STF) mantenha a decisão de abertura de templos religiosos, mesmo no momento crítico da crise sanitária.

"Não vamos chorar o leite derramado. Estamos passando ainda por uma pandemia, que em parte é usada politicamente não para derrotar o vírus, mas para tentar derrubar o presidente", disse nesta tarde durante a cerimônia de posse do novo diretor-geral brasileiro de Itaipu Binacional, em Foz do Iguaçu.

Crítico às medidas de fechamento adotadas por governadores e prefeitos, o chefe do Executivo foi favorável à liminar do ministro Kassio Nunes Marques que liberou a realização de celebrações religiosas em todo o País, mesmo em locais com medidas restritivas. "Eu acredito que hoje o Supremo vá dar uma boa resposta no tocante a abertura de templos e igrejas", afirmou Bolsonaro.

Em seu discurso, o presidente também defendeu a busca por medicamentos para o tratamento da covid-19 e não apenas o "foco" na vacina contra o vírus. Sem entrar em detalhes, ele mencionou que "brevemente" um remédio para a cura do novo coronavírus será apresentado ao mundo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bolsonaro: pandemia é, em parte, usada politicamente para derrubar o presidente


07/04/2021 | 17:53


Em meio à alta de mortes pelo novo coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro voltou a dizer que a pandemia da covid-19 é usada de forma política contra ele. O presidente também repetiu que espera que o Supremo Tribunal Federal (STF) mantenha a decisão de abertura de templos religiosos, mesmo no momento crítico da crise sanitária.

"Não vamos chorar o leite derramado. Estamos passando ainda por uma pandemia, que em parte é usada politicamente não para derrotar o vírus, mas para tentar derrubar o presidente", disse nesta tarde durante a cerimônia de posse do novo diretor-geral brasileiro de Itaipu Binacional, em Foz do Iguaçu.

Crítico às medidas de fechamento adotadas por governadores e prefeitos, o chefe do Executivo foi favorável à liminar do ministro Kassio Nunes Marques que liberou a realização de celebrações religiosas em todo o País, mesmo em locais com medidas restritivas. "Eu acredito que hoje o Supremo vá dar uma boa resposta no tocante a abertura de templos e igrejas", afirmou Bolsonaro.

Em seu discurso, o presidente também defendeu a busca por medicamentos para o tratamento da covid-19 e não apenas o "foco" na vacina contra o vírus. Sem entrar em detalhes, ele mencionou que "brevemente" um remédio para a cura do novo coronavírus será apresentado ao mundo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;