Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 18 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Claudinho, enfim, define nome para chefiar Saúde de Rio Grande da Serra

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeito anunciou Tchello Pierro após impasse de duas semanas


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

02/04/2021 | 08:00


Depois de duas semanas sem comando em meio a momento agudo da pandemia de Covid-19, a Secretaria de Saúde de Rio Grande da Serra passará a ser comandada pelo médico Tchello Pierro (DEM). O nome do democrata foi anunciado na tarde de desta quinta-feira pelo prefeito Claudinho da Geladeira (Podemos), nas redes sociais.

De Mauá, Pierro é médico hematologista, mas também atua no cenário político. Na eleição municipal do ano passado, o democrata ensaiou candidatura própria ao Paço mauaense, mas desistiu para ser candidato a vice de José Roberto Lourencini (PSDB), que ficou em quarto lugar. “Venho aqui informar que o doutor Tchello Pierro assumirá a Secretaria de Saúde de Rio Grande da Serra. Além de ter sido secretário adjunto de Saúde (de Mauá), Tchello Pierro é médico no hospital Radamés Nardini (em Mauá), leciona medicina na Universidade Nove de Julho de Mauá, é gestor em projetos na esfera privada e empresário na cidade de Mauá”, publicou o prefeito nas redes sociais, ao citar “currículo ímpar” do democrata.

A pasta da Saúde em Rio Grande estava vaga havia duas semanas, quando a então chefe do setor, Maria José Pereira Zago, a Zezé, pediu demissão após sofrer mal-estar em decorrência de hipertensão. Nesse ínterim, Claudinho convidou outra figura de Mauá, o ex-vice-prefeito Paulo Eugenio Pereira Júnior (PT), que chefiou o setor no governo do ex-prefeito Oswaldo Dias (PT).

A demora para a definição de um novo secretário em meio ao pior momento da pandemia na região fez com que parlamentares cobrassem publicamente agilidade do prefeito para a escolha de um substituto, como mostrou ontem o Diário. Claudinho já explicitou diversas vezes que a cidade não possui estrutura suficiente no sistema de saúde local e que depende de ajuda dos governos federal e estadual, além do auxílio das cidades vizinhas. (Colaborou Daniel Tossato) 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;