Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Parlamentares protocolam ofício pedindo urgência para nomeação na Saúde


Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

01/04/2021 | 06:24


Os vereadores Benedito Araújo (PSB) e Claudinho Monteiro (PTC), de Rio Grande da Serra, protocolaram ofício, diretamente no gabinete do prefeito Claudinho da Geladeira (Podemos), pedindo urgência na nomeação de um nome para comandar a Secretaria municipal de Saúde. O ofício foi protocolado no Paço na terça-feira.

Os parlamentares alegam que, em meio ao agravamento da pandemia do novo coronavírus, é necessário que haja comando na pasta para que o município consiga obter recursos para tratar da crise sanitária que assola Rio Grande da Serra. A pasta de Saúde está sem secretário desde o dia 14 de março, quando a ex-titular do setor Maria José Pereira Zago, a Zezé, solicitou exoneração do posto após mal-estar à frente do setor. Admitiu pressão.

“O motivo do pedido se deve à falta de comando na área de Saúde, cuja escassez pode ocasionar sérios problemas para nossos munícipes, como falta de recursos, medicamentos, salientando ainda a falta de um hospital de campanha e organização na linha de frente para o combate a Covid-19, na qual, cada dia de omissão, famílias são prejudicadas”, sustenta o documento elaborado pela dupla de parlamentares.

Integrante da bancada de oposição, Benedito declarou que Claudinho já deveria ter indicado nome para gerenciar a secretaria de Saúde e que a demora para a nomeação atrapalha ainda mais o município no enfrentamento da crise. “É inadmissível que ainda não se tenha um nome para comandar a Saúde da cidade. Em meio à pandemia, a falta de um secretário só prejudica a cidade”, lamentou.

Também líder da iniciativa, Claudinho Monteiro criticou a demora de Claudinho para indicar um nome para a pasta. “É muito ruim que após 15 dias nenhum nome seja escolhido”, pontuou. “Vamos ver se após o ofício, o prefeito consiga escolher alguém”, emendou.

Desde a exoneração de Zezé, apenas um nome apareceu publicamente na lista: o ex-vice-prefeito de Mauá Paulo Eugenio Pereira Junior (PT), ex-correligionário de Claudinho. O petista, contudo, recusou, o convite para comandar a pasta. Paulo Eugenio alegou problemas pessoais e ideológicos, declinando da empreitada.

Claudinho encontra dificuldades para a nomeação. Ao Diário, na semana passada, o chefe do Executivo afirmou que escolheria um nome até o dia 26, o que não ocorreu. Já ontem, por telefone, ele estendeu o prazo e sustentou que o quadro para chefiar a pasta deverá ser selecionado até amanhã.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;