Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 15 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Instituto Butantan anuncia vacina 100% brasileira contra a Covid-19

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Órgão paulista pedirá ainda nesta sexta-feira autorização da Anvisa para início de testes clínicos


Vanessa Soares
Do dgabc.com.br

26/03/2021 | 08:21


O Instituto Butantan e o governador de São Paulo , João Doria (PSDB), anunciaram no início da manhã desta sexta-feira a criação de uma possível nova vacina contra a Covid-19, a Butanvac, e pedirão ainda hoje autorização à Anvisa ( Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para iniciar ensaios clínicos em humanos.  "Este é um anúncio histórico para o Brasil e para o mundo. A ButanVac é a primeira vacina 100% nacional, integralmente desenvolvida e produzida no Brasil pelo Instituto Butantan, que é um orgulho do Brasil. São 120 anos de existência, o maior produtor de vacinas do Hemisfério Sul, do Brasil e da América Latina e agora se colocando internacionalmente como um produtor de vacina contra a Covid-19", disse Doria.

Doria anunciou ainda que o órgão iniciará a produção do imunizante ainda em maio, por conta e risco próprio. Se o processo de estudo clínico e autorização da Anvisa seguirem os passos previstos pelos cientistas, em julho a Butanvac já terá autorização para uso emergencial e o Instituto, 40 milhões de doses em estoque.

O imunizante foi desenvolvido pelo Butantan, que lidera um consórcio internacional com o Vietnã e Tailândia, do qual é o principal produtor. Se tudo ocorrer como o previsto, cerca de 85% da capacidade total de fornecimento da vacina será produzido pelo órgão paulista.

O pedido de autorização se refere às fases 1 e 2 de testes do imunizante, nas quais serão avaliadas segurança e capacidade de promover resposta imune em 1,8 mil voluntários. Na fase 3 (etapa que vai estipular a eficácia da nova fórmula), até 9 mil pessoas irão participar.

A Butanvac já passou pelos testes pré-clínicos, que são avaliados em animais os efeitos positivos e a toxicidade. O imunizante também será testado nos dois outros países participantes do consórcio.

O imunizante tem uma tecnologia já empregada amplamente pelo Instituto Butantan, que utiliza o vírus inativado de uma gripe aviária, chamada doença de Newcastle, como vetor para transportar para o corpo do paciente a proteína S (de spike, espícula) integral do SARS-CoV-2. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;